A saga continua – Coluna “Ao meu ver”, por Gian Del Sent

Diversas coisas que tenho falado nos últimos dias, para não dizer meses, continuam acontecendo na atmosfera da bela, quente e ordinária Balneário Camboriú.
Parece que nada é aprendizado. Tudo se repete, diariamente, não só em Balneário, mas no todo.

A Saga 1
Volto a falar das benditas verbas publicitárias da ALESC. As vezes chega a dar um “ranço”.
Grupo RBS recebeu neste mês de outubro, a bagatela de pouco mais de 655.000 reais, referente a veiculação de campanha da casa. A RIC de Floripa, afiliada, 364.000 reais. E o SBT de Lages, também afiliada, mais 364.000 reais. Alguém assistiu?

A Saga 2
O assunto do ITBI perdura. Mesmo tendo ido para a câmara, vetado alguns pontos, emendas em outros e aprovado por unanimidade dos presentes, a novela do ITBI ainda continua causando discussões nas redes sociais. A teoria dos corretores de que isso prejudica os negócios, para mim, ainda não desce.

A Saga 2.1
3% de 1000 e 3% 100.000, continua sendo 3%.
Mas se alegares que pagou 1000, ao invés de 100.000, o 3% vai ficar bem pouquinho. Deve ser por isso a revolta. Acabou a brincadeira da sonegação.

A Saga 2.2
Por falar em sonegar, rolou uns papos de que um vereador, ao dar entrada no ITBI, teria declarado que pagou 65mil em um apartamento de 90m2, com garagem, no centro de BC.
Triste é saber que, na mesma localização, não se compra nem a garagem por esse valor.

Peixe Grande
Nem só de vereadores vive os disparates de valores declarados no ITBI. Tem construtora GRANDE, declarando mais de 300% a menos do que realmente é negociado.
Uma outra, declarou um valor 3500% menor. Sim! Declarou 200mil para um imóvel negociado em 7,6 Milhões. Entenderam a revolta deles?

Mudos
Ontem foi amplamente divulgado por pessoas ligadas ao governo, um informativo da Secretaria de Educação, falando sobre as ações da pasta.
Com um erro grotesco na terminologia de pessoas com deficiência auditiva, o material dizia que havia curso de libras para “Surdos e Mudos”. Expressão que é condenada veementemente por entidades ligadas a essas pessoas.

Mudos 2
Depois que causou polêmica, quem deveria se manifestar sobre o erro, ficou mudo. Seria esse curso voltado para ajudar essas pessoas do governo a se comunicar?
O silêncio permaneceu. Tive contato com a Secretária de Administração, Karine Gomes, que disse, bufando brava, ter mandado alterar o material urgentemente.

Mudos 3
Pena que isso foi tarde demais. Pois eu, por exemplo, recebi isso em no mínimo 5 conversas diferentes do WhatsApp.
Não existe revisão de material? Nem aprovação?
O silêncio ensurdecedor, continua.

Saga Turbo
Recentemente eu falei sobre uma galera que intitulei, carinhosamente, de “Turma da Humildade” na coluna que escrevi em setembro que falo de quando os ossos atrapalham o ofício.
Pois bem, a turminha permanece. Forte e garganteadora como sempre. Teve um que até chamou o alto escalão de “elite”. Mas ainda não percebeu que a “elite”, é mais humilde que os membros da Turma.
Essa saga, não pode continuar.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com