Abertura oficial do 36° Congresso de Gideões movimenta Camboriú

Moradores, autoridades e visitantes se reuniram no Ginásio de Esportes Irineu Bornhausen na noite desta quinta-feira, dia 26, para a abertura oficial do 36º Congresso Internacional das Missões dos Gideões Missionários da Última Hora. O evento é organizado pela Associação e Movimento Comunitário Rádio Paz no Valle FM, com apoio da Prefeitura de Camboriú.

A estimativa, de acordo com o presidente dos Gideões Missionários da Última Hora, Reuel Bernardino, é de que a cidade receba mais de 150 mil visitantes durante todo o Congresso. “Temos a certeza de que mais uma vez o Congresso dos Gideões ficará marcado na história de Camboriú e também na vida de todos os congressistas”, diz.
O evento contou com apresentações de dança e saxofone. Após a apresentação da história da criação do símbolo do evento, a tocha foi carregada até o palco, seguida pela bíblia, os missionários ligados ao projeto, assim como as bandeiras dos estados brasileiros e das nações.
O prefeito Elcio Rogério Kuhnen acredita que o Congresso de Gideões marca o turismo religioso na região. “O número de pessoas que visita o município durante o congresso é gigantesco. Esse é o maior evento da nossa cidade, sem sombra de dúvidas. Agradeço a participação da população e a compreensão daqueles que são impactados pelas mudanças na cidade ao longo do evento”, compartilha.
O casal Paulo Roberto Carvalho, de 62 anos, e Eliana Célia Teixeira, de 59 anos, veio da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro, só para participar do congresso. Os idosos fazem parte de uma caravana e repetem a tradição há anos. “É maravilhoso ver a cidade abraçar um evento tão significativo. Camboriú está de parabéns por sediar, mais um vez, o Congresso de Gideões e possibilitar o encontro de pessoas de todos os cantos”, analisa Paulo.
Para o governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira, o Congresso de Gideões se consolida como um dos maiores eventos religiosos do país. “O evento traz milhares de pessoas para Camboriú para demonstrar a sua fé. Para viabilizar a realização do evento, então, o Estado repassou recursos como incentivo”, comenta.
Daniele Januário, de 32 anos, mora no bairro Monte Alegre e foi acompanhar a abertura oficial ao lado do marido e das filhas – que se apresentaram no evento. “Camboriú consegue reunir milhares de pessoas de todo o mundo para acompanhar o evangelho”, afirmou.
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com