Aliança PP, PSD e PSDB em SC está sendo negociada

Candidato ao governo pelo PSDB, o senador Paulo Bauer vem recebendo apelos veementes do comando nacional tucano para declinar do projeto.

O gesto poderia viabilizar a formação de uma grande chapa majoritária com a participação do PSDB, PSD e PP na disputa do governo e senado em Santa Catarina.



Esta formula objetivaria fermentar a campanha presidencial do ex-governador Geraldo Alckmin no Estado. A presença da senadora Ana Amélia Lemos, do PP, na chapa do tucano paulista, azeitou as relações e abriu novas perspectivas deste entendimento.

Pela proposta, se Paulo Bauer desistisse, o candidato ao governo seria o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes.
Teria como vice o deputado estadual Gelson Merísio, do PSD. Os candidatos ao senado seriam Esperidião Amin, do PP, e Raimundo Colombo, do PSD.

Os contatos deverão continuar durante todo este fim de semana. O PSDB tem reunião da Executiva Estadual convocada para domingo. Portanto, não teria empecilhos legais para promover as mudanças.

O mesmo ocorre com o PP, que tem também reunião do comando neste domingo.
Os presidentes dos três partidos cogitados para a aliança, sempre receptivos para os jornalistas, não atendem o celular. O mesmo ocorre com os nomes cogitados para a formação da chapa majoritária.

Apesar de incontáveis reuniões e troca de telefones, estão todos fora do circuito para a imprensa.

 

Moacir Pereira

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com