Ambiente familiar contribui para adaptação de jovens no Lar do Adolescente

Imagine uma casa cheia de amor, aconchego e acolhimento. É assim que funciona o Lar do Adolescente, em Balneário Camboriú. Atualmente, quatro jovens estão abrigados no local. Para eles são oferecidos estudo, acesso a atividades esportivas, de lazer e cidadania e acompanhamento psicológico. Alguns também já estão inseridos no mercado de trabalho.

O Lar do Adolescente recebe aqueles que, por ordem judicial, foram retirados de seus lares por motivos de conflito familiar, negligência, maus tratos ou abandono. O prazo de permanência se estende de acordo com o processo e a determinação da justiça. Os adolescentes abrigados possuem de 12 a 18 anos.

O espaço possui quartos para os adolescentes, separados para meninos e meninas, banheiros, cozinha, refeitório, sala com televisão, sala de videogame e uma minibiblioteca. Além disso, o local tem uma horta e piscina.

“Nós tentamos fazer com que esses jovens se sintam em casa. Nosso objetivo é que eles tenham uma vida normal, fazemos passeios, temos regras, como uma família mesmo. Eles ajudam na organização da casa e fazem seus deveres. Levam bronca, quando necessário, porque são adolescentes. São como meus filhos”, contou a diretora do Lar do Adolescente, Joana Darc Gulart Oliveira.

Casa de Passagem

Atrás do Lar do Adolescente está localizada a Casa de Passagem. Ela abriga jovens que estão em situação de vulnerabilidade social por um período máximo de dez dias. Atualmente, nenhum adolescente está na casa. O Lar do Adolescente tem capacidade para atender até 16 pessoas e a Casa de Passagem até 10 adolescentes, os dois estão vinculadas à Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social
(47) 3363-2745

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com