Após uma semana, transexual morta em Balneário é identificada e enterrada.

O corpo da transexual Myrella, de 29 anos, encontrado há uma semana em um terreno baldio no Centro de Balneário Camboriú, foi reconhecido por um familiar e enterrado na terça-feira (10). Na Polícia Civil, o caso segue em investigação. Ate o momento ninguém foi preso.

A suspeita é que a vítima tenha sofrido um estrangulamento, já que havia marcas e ferimentos causados por um corte. Ela foi localizada pela polícia com uma alça de bolsa no pescoço e embaixo de uma pilha de tábuas.



Conforme o Instituto Médico Legal (IML), uma irmã de Myrella veio do Mato Grosso Sul para realizar a identificação. A transexual tem como nome de batismo Willian Nascimento Soares. Segundo a Polícia Militar, ela era natural de Aquidauana, cidade do Mato Grosso do Sul, e não tinha passagens criminais.

Ainda de acordo com o IML, a família não tinha condições financeiras para fazer o sepultamento, por isso, aguardou a liberação de auxílio da Assistência Social do município para realizar a despedida na terça.

A prefeitura de Balneário Camboriú informou que chegou a ser acionada para o auxílio, mas como Myrella era moradora do Bairro Várzea do Ranchinho, em Camboriú, a assistência foi prestada pelo município vizinho.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com