Asfalto não passa no controle de qualidade e empresa terá que refazer o serviço.

Algo inusitado, para não dizer inédito, aconteceu na última semana em Balneário Camboriú.
Durante uma obra de requalificação da Rua Edgar Linhares no Bairro Nova Esperança, a comissão de fiscalização fez a inspeção do serviço e detectou que tanto a compactação quanto a composição da massa asfáltica usada na via, não cumpria com os padrões previstos em contrato.

Os técnicos avaliaram e constataram as alterações que, de acordo com o laudo, diminuiriam consideravelmente a durabilidade da pavimentação.
A rua Edgar Linhares, é uma das principais ruas do bairro e principal via de fluxo da região, com grande movimentação de automóveis e caminhões.

Veja também: Prefeitura de Balneário está multando fornecedores que descumprem contratos.

A perícia foi feita e o erro foi constatado durante uma visita técnica do Prefeito Fabrício Oliveira, no local das obras.
Após confirmado o laudo, Fabrício ordenou a remoção do asfalto fora dos padrões e que fosse refeito o serviço dentro do que estipula o contrato.

 


Amostras vem sendo colhidas em todas as etapas das obras de pavimentação.

Desde o início das obras de requalificação, a Prefeitura de Balneário Camboriú elegeu uma comissão fiscalizadora composta por técnicos e engenheiros para fiscalizar a qualidade das obras e do material usado na pavimentação.
“Não se trata somente da qualidade do serviço, mas o respeito com o dinheiro público. Por esse motivo, adotamos medidas para que a qualidade dos serviços prestados sejam garantidas. “, afirmou Fabrício.

As obras de repavimentação continuam neste mês de outubro.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com