Até o momento, apenas 37 MEIs se cadastraram para assessoria gratuita de negócios.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Camboriú, em parceria com a Associação de Micro e Pequenas Empresas, quer mapear os Micro Empreendedores Individuais (formalizados ou não) para disponibilizar consultoria gratuita de negócios e profissionalizar ainda mais a oferta de produtos e serviços na cidade. Para isso, tem chamado as pessoas que se enquadram ou pretendem se enquadrar nas siglas MEI ou ME para preencher um cadastro junto à Secretaria ou no site da Prefeitura. Há um mês, no dia 6 de julho, o cadastramento começou a ser divulgado. Até o momento, porém, apenas 37 empreendedores preencheram o formulário.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Fidêncio, explica que o cadastro é importante para que o Município possa mapear os micro e pequenos empresários e desenvolver projetos com foco no empreendedor da cidade. “O objetivo desse trabalho é fomentar o desenvolvimento das empresas no Município e planejar ações que incentivem os empreendedores e os mercados em que atuam. Para isso precisamos das informações, para que possa haver o agendamento ou o direcionamento. Mesmo quem não é formalizado, vai receber todas as orientações e acompanhamento necessário para isso”, reforça.

Além da orientação para formalização do negócio, a parceria com a AMPE vai disponibilizar ao pequeno e micro empresário camboriuense serviços como informações sobre linhas de crédito a juros zero, consultorias empresariais gratuitas e auxílio para emissão de nota fiscal eletrônica. As sessões individuais de consultoria, com horário agendado, serão prestadas de duas a três vezes por semana, dependendo do número de inscritos, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A secretária executiva da AMPE, Miriam S. Souza, explica que a AMPE oferece atendimento para MEI em Balneário Camboriú desde 2011 e acabava atendendo ao empresariado de Camboriú. No entanto, não havia uma referência formal, devidamente estabelecida junto à Prefeitura, para o atendimento dentro da cidade. “Muitos empresários e empreendedores camboriuenses ficavam desassistidos. Por que não expandir esse atendimento e regulamentar junto à Prefeitura? A AMPE vem para Camboriú para dar essa estruturação, para que o pequeno empresário local tenha uma referência onde buscar assessoramento”.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com