Balneário Camboriú e Camboriú assinam documento para criação de Parque Inundável

Foi assinada nesta terça-feira (26), uma Carta Compromisso pelos prefeitos de Balneário Camboriú Fabrício Oliveira e Camboriú, Élcio Kuhnen, que estabelece diretrizes para criação de consórcio público entre os dois Municípios para a implantação e administração de um Parque Inundável multiuso, com objetivo de regularizar a vazão do Rio Camboriú e conter cheias nas áreas ribeirinhas. A proposta foi do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú.

Para o prefeito Fabrício Oliveira, “esse é mais um passo importante para a implantação desse Parque que contempla múltiplas ações conjuntas de despoluição e revitalização da bacia do Rio Camboriú, e que atende, ainda, à proteção das águas para o abastecimento das duas cidades, contenção de cheias e a criação de um espaço dedicado ao turismo e ao lazer integrado ao meio ambiente”.



A Empresa Municipal de Àgua e Saneamento – Emasa será responsável pelo projeto do Parque Inundável e de acordo com o diretor-geral, Carlos Haacke, terá capacidade para armazenar de 2 a 3 bilhões de litros de água bruta, para serem usadas quando necessário. O Parque deverá ficar pronto até o segundo semestre de 2018 e a partir daí, serão avaliadas e definidas as áreas que ele abrangerá em sua implantação.

Além dos prefeitos de Balneário Camboriú e de Camboriú, assinaram a Carta Compromisso visando a criação do consórcio para execução do Parque Inundável multiuso entre os municípios, o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia do Rio Camboriú e Contíguas, Paulo Ricardo Schwingel, o diretor-geral da Emasa Carlos Haacke, e a presidente da Fundação de Meio Ambiente de Camboriú, Liara Rotta Padilha Schetinger.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.