Barco espanhol chega em quinto na Volvo Ocean Race Itajaí

O barco espanhol Mapfre cruzou a linha de chegada às 4h59 deste domingo (08), depois de 21 dias da saída de Auckland, na Nova Zelândia. Antes de chegar a Itajaí, a equipe ficou cerca de 13 horas parada no Cabo Horn para consertar o barco, que sofreu avarias por causa das duras condições meteorológicas dos mares do sul.

A equipe espanhola, comandada pelo campeão olímpico Xabi Fernández, recebeu assistência de sua equipe de terra e até do veleiro Kat da Família Schürman construído em Itajaí.



“Precisamos agora retomar a liderança na próxima etapa e velejar melhor do que eles. Saímos de Auckland com seis pontos de vantagem e agora estamos um atrás”, disse Xabi Fernandez.

O Maprfre também foi obrigado a racionar comida na reta final da etapa. ”O barco quebrou e não navegamos 100%. A chegada ao Brasil foi lenta e fizemos racionamento de comida. Agora vamos comer bastante, pegar um pouco de sol e beber caipirinha”, contou o proeiro Ñeti Cuervas-Mons.

“Foi muito difícil essa etapa com frio, vento e problemas no barco. A ajuda da tripulação do Kat foi essencial para terminar a regata em Itajaí”, explicou a também campeã olímpica Tamara Echegoyen.

Duas equipes abandonaram a sétima etapa. O Team SHK/Scallywag por causa da perda trágica do britânico John Fisher, que caiu no mar, e o o Vestas 11th Hour Racing que perdeu o mastro e ainda está nas Malvinas.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.