Barcos da Volvo Ocean Race largam de Auckland rumo a Itajaí

Os GPS dos sete veleiros que disputam a Volvo Ocean Race já apontam Itajaí como próximo destino após a partida de Auckland, na Nova Zelândia, neste domingo (18) – sábado no Brasil. Faltam menos de 14 mil quilômetros para a chegada ao litoral catarinense, mas antes a flotilha terá de enfrentar 20 dias de frio e ventos fortes nos mares do sul e cruzar o temido Cabo Horn, um dos pontos mais perigosos do mundo.

Itajaí vai receber pela terceira vez a Volvo Ocean Race, o maior evento de vela do planeta. A regata é considerada a Fórmula 1 dos Mares e reúne alguns dos principais nomes do esporte mundial. A cidade catarinense é a única parada do evento na América Latina. O vencedor da etapa até Itajaí em 2015 foi o Abu Dhabi, que se tornou campeão ao final da competição.

“Aukland é um exemplo de como a parte náutica pode beneficiar uma cidade. Eles investiram muito em regatas como a America Cup e Volvo Ocean Race. Isso deu resultado, eles têm um grande setor hoteleiro, gastronômico e a movimentação econômica gira em torno do turismo”, avalia o secretário de Turismo e presidente do Comitê Organizador da VOR Brasil, Evandro Neiva.

O prefeito Volnei Morastoni, acompanhou a partida dos barcos rumo a Itajaí, junto ao prefeito de Auckland, Phil Goff. “Estamos na contagem regressiva para receber novamente esse grande evento. Levamos de Auckland, que é a capital mundial da vela, este espírito devotado para o mar e a questão náutica. A Volvo Ocean Race vai coroar toda essa nossa potencialidade”, ressalta.

Itajaí na Volvo Ocean Race

A Vila da Regata brasileira ficará aberta ao público de 5 a 22 de abril de 2018 e a previsão é que os primeiros barcos cheguem ao litoral catarinense no dia 8 de abril. No dia 20 de abril será realizada a In-Port Race, uma competição que é realizada nos locais de parada. No dia 22 será a partida das equipes de Itajaí rumo a New Port (EUA).

“É um orgulho para nós e muito importante sediarmos esse evento em Itajaí, Santa Catarina. A Volvo Ocean Race movimenta a economia do nosso Estado e de toda a região. Isso é fundamental para a geração de empregos e para a divulgação de Santa Catarina ”, salienta o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com