Bombeiros encerram de buscas por piloto de avião desaparecido

O Corpo de Bombeiros encerrou nesta quinta-feira (2) a etapa inicial das buscas pelo avião de pequeno porte que desapareceu em 27 de julho, no mar, entre Itapema e Navegantes.

O piloto, José Ubirajara Moreira da Silva, de 77 anos, não foi encontrado. De acordo com os bombeiros, nesta sexta (3) começa a etapa final das buscas, com uma última procura aérea.



Segundo a Aeronáutica, o avião desaparecido, modelo Conquest 180, é particular, veio de Ijuí (RS) e não tem base fixa em Santa Catarina.

A aeronave, que tem autonomia de voo de cerca de três horas, decolou na manhã de 27 de julho do Aeroclube Costa Esmeralda, em Porto Belo, com destino a Itanhaém (SP).

No último contato com a torre, na tarde do mesmo dia, o piloto comunicou que estava com pouca visibilidade por conta das condições do tempo.

Buscas

Ainda sobre as buscas, os bombeiros afirmaram que permanecerão monitorando a região nos próximos dias, com efetivo de prontidão para atuar caso surjam novos indícios.

A corporação também informou que uma empresa particular especializada vai continuar a sondagem da área, inclusive com mergulhadores.

Os bombeiros pedem que qualquer informação sobre a localização do avião e piloto seja repassada à corporação pelo telefone 193.

Investigação

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou na terça-feira (31), em nota, que o Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa V) começou o processo de investigação do acidente.

Foi aberta uma ação inicial, que é a coleta de dados para investigação, esclarece o Cenipa. O órgão vai fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.

Ainda de acordo com o Cenipa, o objetivo é prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.

Objetos encontrados

Na segunda-feira (30), o Corpo de Bombeiros resgatou a roda de uma aeronave na Praia de Bombinhas. Os socorristas cogitam que ela possa ser da aeronave.

A roda foi encontrada por pescadores que estavam no costão na praia. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a peça deve ter sido trazida pela correnteza e foi vista após a maré baixar. Os pescadores chamaram a Polícia Militar, que acionou os bombeiros. A roda foi enviada para a Aeronáutica para análise.

No dia anterior, destroços que seriam desse avião haviam sido encontrados na Meia Praia, em Itapema, segundo o Corpo de Bombeiros. E no sábado (28), foram achados uma mochila, um chapéu, uma escova de cabelo, uma cuia e a mala, que eram do piloto.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.