Cãominhada agitou o sábado de Balneário Camboriú

Os cães tomaram conta das ruas de Balneário Camboriú na manhã deste sábado (14). A 9ª Cãominhada teve início às 9h na Praça Higino Pio e por volta das 10h os cães e seus donos partiram para a Praça Almirante Tamandaré. No total, 180 cães participaram do evento, entre eles os cães K-9 da Guarda Municipal e da Polícia Militar, os cães do projeto Cão Terapeuta da Secretaria da Pessoa Idosa e cães socializadores da Escola de Cães Guias Helen Keller.

Neste ano, a Cãominhada teve como tema a conscientização voltada aos cães-guias. Com a frase “Aos seus olhos, um cão-guia. Aos meus, um mundo mais acessível”, o evento conscientizou a população da importância de respeitar os cães-guias quando os encontrar nas ruas e valorizar o papel desses animais na sociedade. “A Lei 11.126/05 dá aos animais direito de acompanhar seus donos em quaisquer lugares, estabelecimentos e transportes. É preciso que a população conheça e respeite essa lei”, contou a administrativa da Escola de Cães-Guia Helen Keller, Jhennifer Ferreira.



Cães de todos os tamanhos e raças, com as histórias mais diversas, participaram da Cãominhada. Dentre eles o Frank, um cão paraplégico, que foi adotado por Estela Maris. Ambos fazem parte do projeto Cão Terapeuta, que visita pacientes do Hospital Municipal Ruth Cardoso, o lar de idosos Associação São Vicente de Paula e a Casa das Anas. Estela conta que Frank é um cão muito carinhoso e demonstra gostar de fazer parte dessas ações. “Frank é um cachorro muito carente e carinhoso, talvez por ele ter vivido muito tempo nas ruas. Quando chegamos no hospital, é incrível como ele se transforma. Parece que ele entende que as pessoas precisam de carinho”, conta Estela.

Para a coordenadora do Cão Terapeuta, Vitória Cristina Ferreira, a Cãominhada se tornou uma forma de divulgar ainda mais o projeto. “É bom para que as pessoas vejam que o cão terapeuta não é aquele cão regrado. Qualquer cão dócil pode ser um cão terapeuta”, conta Vitória. A coordenadora ressalta a importância da visibilidade causada pelo evento e conta que neste sábado, novos seus pets foram inscritos no projeto.

Na Praça Almirante Tamandaré, os participantes inscritos puderam participar de sorteios de brindes oferecidos pelos parceiros do evento: a Escola de Cães-Guias Helen Keller, Pet SC, Dalpet, ONG Viva Bicho, I Pet, Instituto Faça Mais, Conselho Municipal de Proteção Animal, Rádio Mix, La Pet, Grupo Riviera, Clínica Veterinária Guapeka, Mata Cura.

Liege Pedroso é publicitária e moradora de Balneário Camboriú há cinco anos. É a segunda vez que ela e seu cão, Foster, participam da Cãominhada. “Acho muito importante essas caminhadas para que haja uma socialização entre os cães e os donos, além de uma interação de quem tem o cão e quem não tem. O número de pets está aumentando cada vez mais e é importante que nós aprendamos a viver melhor no dia a dia com eles. Fica uma harmonia melhor pra todos”, diz Liege.

A 9ª Cãominhada faz parte do calendário de comemorações de 54 anos de Balneário Camboriú. “Os cães fazem parte das famílias. Então, nada mais justo do que ter atividades para eles e para nós durante a programação do aniversário de Balneário Camboriú. Achei a proposta muito legal”, falou a agente de alimentação Priscila Facin, que foi com a família e três cachorrinhos participar da ação.

A Organização Não Governamental (ONG) Viva Bicho e o Movimento Faça Mais juntaram o evento “Caminhar é o Bicho” à Cãominhada. O aumento de participantes dessa edição se deve também a essa parceria. A ONG Viva Bicho vendeu 200 camisetas durante o evento. Toda a verba será revertida para a ONG.

A Cãominhada atende à Lei Municipal 2975/2009 e é realizada pela Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico. Todos os anos é lançado edital para que empresas interessadas possam se credenciar e fazer parte do evento.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.