Codetran realiza campanha contra o uso de cerol em Itajaí

Brincar com responsabilidade. Esse é o objetivo da Diretoria de Educação para o Trânsito (Edutran), da Coordenadoria de Trânsito (Codetran), com um novo projeto de conscientização na Rede Municipal de Ensino de Itajaí.  Crianças do ensino fundamental são orientadas quanto ao risco de utilizar materiais cortantes em brincadeiras como soltar pipa. Nesta terça-feira (27), a atividade foi desenvolvida na Escola Básica Arnaldo Brandão. Outras sete escolas já foram visitadas e conscientizadas cerca de duas mil crianças.

A ação iniciou no período de férias escolares, em forma de blitze educativas, e migrou para as salas de aula no início do ano letivo. O objetivo do órgão é trabalhar com as turmas do 6º ao 9º ano escolar de forma didática e exemplificar as diversas formas de se divertir com pipas e arraias de forma segura.



Na semana passada, as escolas Gaspar da Costa Moraes, Avelino Werner, Maria Dutra Gomes, Ariribá, Yolanda Ardigó e Cacildo Romagnoni (CAIC), receberam a visita de agentes de trânsito. Eles deram dicas locais para se brincar e também distribuíram materiais educativos sobre o tema. O intuito do órgão é abranger diversas outras escolas e conscientizar mais de oito mil alunos.

Segundo o Diretor de educação para o trânsito, Jackson Neri Câmara, o projeto surgiu a partir das reivindicações das escolas, que foram prontamente atendidas pela Edutran. “Nosso objetivo é conscientizar sobre os malefícios do uso desses materiais e minimizar os riscos de acidentes, sempre pensando na segurança das crianças que brincam com as pipas e na vida de ciclistas, motociclistas e pedestres que circulem pelas ruas”, ressalta.

Dicas para brincar com segurança:

Motociclistas e ciclistas são as maiores vítimas;

Comercialização e uso do cerol são crimes;

Não soltar pipas em lugares movimentados;

Não brincar perto da rede elétrica ou utilizar material que conduz eletricidade;

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.