Criança de 7 anos foi morta por afogamento; afirma médico legista

Um menino de 7 anos morreu em uma praia de Governador Celso Ramos, na manhã deste domingo (7). Um homem que soltava fogos de vareta em direção ao mar onde o garoto estava no colo do pai chegou a ser preso suspeito de ser o responsável pela morte da criança.

O caso ocorreu por volta das 9h na Praia das Cordas. A criança foi socorrida por salva-vidas e bombeiros que ainda tentaram reanimá-lo, mas infelizmente ela entrou em óbito no local.

De acordo com os bombeiros, depois que o foguete caiu próximo à criança, ela teve uma parada respiratória. Eles afirmaram também que a vítima não tinha nenhum ferimento no corpo que indicasse ter sido atingida pelo foguete.

A família da criança é do Estado do Rio Grande do Sul e viviam a poucos meses em Palhoça.

Perícia

Segundo o delegado Alexandre Carvalho da central de plantão de São José as informações de um médico legista do IGP (Instituto Geral de Perícias) afirmam em um laudo que a criança morreu por afogamento.

O suspeito, um homem de 39 anos, que soltava os foguetes no local e havia sido preso tem passagens pela polícia. Após o laudo confirmando o afogamento ele foi solto.

 

Fonte: Top Elegance

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com