Criminoso resiste a prisão é morre em confronto com a polícia

Um criminoso considerado o chefe do tráfico de drogas no município de São João Batista foi morto pela polícia na manhã de sexta-feira. A polícia Civiltentava cumprir, com apoio da Militar, um mandado de prisão contra Emerson Brito, 25 anos, o Maninho, mas ele reagiu, foi baleado e morto.

Maninho foi acusado de matar um homem e deixar outro ferido no dia 14 junho deste ano, após uma briga em uma casa noturna no bairro Rio do Braço, em São João Batista.



Na ocasião, Cláudio Zacarias, o Ceará, recebeu diversos tiros e morreu ao dar entrada no hospital.  As investigações do assassinato levaram a polícia até Maninho, que seria o autor dos disparos.

Maninho era velho conhecido da polícia. Com o mandado de prisão em mãos, a polícia Civil solicitou reforço da polícia Militar de Tijucas para fazer a prisão.

Ao chegar à casa do acusado, na rua Manoel Romualdo da Silva, ele teria reagido e foi morto. Na moradia ainda foi apreendida uma quantidade de droga não divulgada pela polícia.

 

Por: Diarinho

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.