Em menos de 10 dias, Polícia Civil de Chapecó prende 3 suspeitos de estupro de vulnerável.

As prisões decorreram de investigações promovidas pelas unidades da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) e da Central de Plantão Policial de Chapecó.

A primeira prisão ocorreu na tarde do dia 11/10/17, após investigação que apurou que E.L.S. vinha abusando sexualmente de sua própria enteada de 11 anos no interior da residência em que moravam em Chapecó. A vítima relatou os fatos em atendimento psicológico na DPCAMI, o que foi corroborado pelo laudo pericial e pelos demais elementos colhidos.

A segunda prisão ocorreu no dia 13/10/17, procedida contra M.A., flagrado abusando sexualmente de sua sobrinha, de apenas 3 anos. A genitora da vítima presenciou o momento em que o tio tocava com a mão a vítima, que já estava despida. A própria criança acabou por confirmar os fatos em atendimento na Delegacia especializada.

A última prisão ocorreu no dia 19/10/17. Outra investigação promovida pela DPCAMI apontou que M.S. praticou diversos atos sexuais contra seus dois irmãos, de 6 e 9 anos. Além disso, duas crianças vizinhas da família também relataram possíveis abusos cometidos pelo suspeito, o que motivou a representação pela prisão preventiva.

É de se destacar que todos os fatos mencionados foram registrados junto à Polícia Civil no presente mês de outubro, sendo de imediato investigados, tanto pela equipe da DPCAMI quanto pela da Central de Plantão Policial, dando-se a devida e pronta resposta exigida aos investigados, qual seja, a privação da liberdade, em razão dos evidentes indícios de que poderiam continuar praticando crimes sexuais.
Todos os procedimentos investigatórios já foram remetidos ao Poder Judiciário.

Os três presos encontram-se recolhidos no presídio local, onde estão à disposição da Justiça.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com