Idosa abandonada no Lar dos Idosos de Brusque volta para a casa da família em Tijucas

Uma idosa de 63 anos foi abandonada na porta do Lar dos Idosos Lions Clube, no Cedrinho, em Brusque, na noite de quarta-feira, 11. Câmeras de segurança flagraram um carro vermelho deixando a mulher no local às 23h44.

Nos cinco anos à frente do Lar dos Idosos Lions Clube de Brusque, a diretora Ursula Riegert, nunca havia presenciado situação semelhante à desta semana. Esposa do presidente da instituição, Max Otto Riegert, ela classifica o ato como desumano. “Nem com um bicho se faz isso, imagina com com uma pessoa. Ela estava só com uma blusa fina”.



De acordo com ela, a idosa estava assustada e afirmava morar com uma sobrinha e cuidar de uma criança da família. A prioridade, assim que a idosa chegou ao local, foi o acolhimento. A instituição particular está com todas as 55 vagas ocupadas por pessoas entre 70 e 100 anos e a diretora optou por chamar a polícia para relatar o ocorrido.

Segundo o secretário de Assistência Social, Deivis da Silva, o caso é tratado como encerrado no município e todos os procedimentos necessários foram adotados para prestar auxílio à senhora abandonada. “Não podemos nos omitir em uma situação destas. Como houve o êxito de encontrar a família, consideramos o caso concluído”.

Em buscas na Assistência Social, foi possível localizar o cadastro de atendimento no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do município de Tijucas. Por volta das 11h30, familiares buscaram a idosa no órgão de Brusque, sem uma justificativa para o ato.

Assistência local 
Em situações do tipo, caso não seja possível localizar os responsáveis, convênios com lares temporários são utilizados. Ela ficou sob os cuidados de equipes do Creas durante a manhã de quinta-feira, após ter passado a noite sob cuidados da Polícia Militar.

No Creas, ela recebeu atendimento com os profissionais do órgão e alimentação. Durante as conversas com os funcionários, ela alegava não ter mais condições de viver com os familiares.

De acordo com Silva, nos próximos dias, um documento relatando o abandono e os procedimentos adotados será encaminhado para a Assistência Social de Tijucas. A postura durante o ato chamou a atenção do secretário. “É um caso muito triste, se ver uma coisa destas. Eles nem esperaram para ver se ela seria atendida ou não”.

O Creas de Tijucas assumiu o caso e nesta sexta-feira, 13, vai iniciar o acompanhamento da família.

 

Assista o vídeo do momento do abandono.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.