Idosos de Camboriú beneficiários do BPC devem se cadastrar no Cadastro Único

Idosos de Camboriú beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) devem fazer seu cadastramento no Cadastro Único (o mesmo do Bolsa Família e de outros programas de Assistência) até 31 de dezembro de 2017. O cadastramento é obrigatório – o idoso que não fizer vai perder o benefício.

A gestora do Bolsa Família e responsável pelo cadastramento, Adriana Francisca, aponta que muitos idosos e familiares confundem este benefício com a aposentadoria. Ela esclarece que é simples diferenciar e verificar a necessidade de cadastramento: o BPC não tem o pagamento de 13º salário.

O BPC é concedido ao idoso ou à pessoa com deficiência que não tem como se sustentar, pois a família tem renda inferior a 25% do salário mínimo por pessoa da casa. O cadastro para pessoas com deficiência beneficiárias está sendo feito, mas o prazo neste caso é maior: até dezembro de 2018.

Hoje, Camboriú tem 448 idosos que são atendidos pelo BPC. Destes, apenas 108 estão no Cadastro Único. “Por isso, a importância dos idosos e as famílias estarem atentos ao prazo. Sabemos que é um benefício essencial, porque vem para atender exatamente aos idosos com mais vulnerabilidade social e queremos garantir que todos continuem recebendo o benefício”, aponta a secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, Andréia de Souza Machado.

Adriana alerta ainda que, mesmo os que já realizaram o cadastro, precisam ficar atentos à atualização dos dados, que deve ser feita a cada 24 meses. “Mesmo o idoso que está cadastrado deve verificar a situação. Se fez o cadastro há mais de dois anos, é necessário atualizar suas informações”, completa a gestora. O número de cadastramentos necessários entre as pessoas com deficiência também é alto. Dos 474 beneficiários de Camboriú, apenas 151 estão no Cadastro Único.

Onde fazer o cadastro e documentos necessários

Pessoas que recebem o BPC e moram nos bairros Monte Alegre, Taboleiro e Conde Vila Verde devem fazer o cadastro no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que fica na Rua Monte Neblina, número 400, bairro Monte Alegre. Devem procurar o setor de Bolsa Família, que atende de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 13 às 18 horas.

Idosos e pessoas com deficiência beneficiários que residem nos demais bairros da cidade devem ir até a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (na Rua Presidente Costa e Silva, 329, Centro) de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 13 às 18 horas.

Para o cadastro, é preciso apresentar documentos de toda a família (todas as pessoas que moram na casa): RG, CPF, Título de Eleitor e Carteira de Trabalho. Além disso, comprovante de residência (preferencialmente conta de luz, porque os beneficiários tem direito a tarifa social). No caso de ter menores de idade, também Certidão de Nascimento e Atestado de Frequência Escolar.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com