Itajaí reforça ações preventivas em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS

Para reforçar o enfrentamento à AIDS e outras infecções sexualmente transmissíveis, Itajaí programou uma série de atividades e mobilizações a partir desta terça-feira (28). Alusiva ao Dia Mundial de Luta Contra AIDS (1º de dezembro) e à campanha nacional Dezembro Vermelho, a iniciativa da Gerência de IST/AIDS/HV da Vigilância Epidemiológica do município tem como objetivo conscientizar a população e ampliar a oferta de testes rápidos no período. O destaque da programação é o show gratuito com bandas locais, na Avenida Beira-rio, dia 2 dezembro, a partir das 18h30.

A mobilização inicia nesta terça-feira (28) na Univali, em parceria com o projeto Escolhas. Das 8h às 21h, profissionais de saúde e acadêmicos vão oferecer à população testagem rápida para diagnóstico de HIV/AIDS, Sífilis e Hepatites B e C, além de verificação de pressão e glicemia capilar, quick massagem e massagem nas mãos, dicas de cuidados com as ISTs bucais, orientações clínicas e encaminhamentos, cálculo do índice de massa corpórea, orientação nutricional, triagem auditiva, espirometria, informações sobre qualidade do sono e estresse, entre outros serviços. As atividades ocorrem em frente à Biblioteca Central.

Na quarta-feira (29), a Secretaria de Saúde e a Liga de Medicina da Univali promovem nova ação de testagem rápida para diagnóstico de infecções sexualmente transmissíveis. A atividade ocorre das 8h às 18h, na Unidade de Saúde Familiar e Comunitária, no Bloco F7 da universidade. No mesmo dia, a partir das 19h30, as testagens rápidas de HIV/AIDS, Sífilis e Hepatites B e C serão oferecidas para a comunidade no Ginásio de Esportes Ivo Silveira, no bairro Fazenda, durante o Jogo Amistoso de encerramento da campanha Novembro Azul, que tem foco na saúde do homem.

Dia Mundial de Luta Contra AIDS

O Dia Mundial de Luta Contra AIDS (1º) inicia com um café da manhã especial oferecido pelo Centro de Referência de Doenças Infecciosas (Ceredi) para os usuários do serviço. Pela manhã, às 9h, serão feitas testagens rápidas e orientações aos pacientes sobre o HIV na Unidade de Saúde Jardim Esperança. A atividade segue até as 15h. Na sexta-feira, todas as unidades de saúde do município também vão realizar testes rápidos, sala de espera com orientações e distribuição de folders alusivos à data.

No sábado (2), as equipes da Vigilância Epidemiológica estarão mobilizadas no Mercado Público de Itajaí, a partir das 12h, para distribuir preservativos e materiais informativos sobre a AIDS. As ações de conscientização continuam à noite, a partir das 18h30, na Avenida Beira-rio, que será fechada em frente à Praça Genésio Miranda Lins para realização de show gratuito com as bandas Mr. McFly e Maloka Nunes. Durante o evento, os profissionais estarão orientando a comunidade sobre as infecções sexualmente transmissíveis com a distribuição de folders, preservativos e géis lubrificantes. A intenção é atingir o público mais jovem da cidade.

A programação segue durante o mês de dezembro com testagens rápidas na unidade de saúde Fazenda, dia 4; na unidade Cidade Nova II, dia 6; e na unidade Rio Bonito, dia 8. O horário da testagem nessas comunidades é das 9h às 15h.

Reforço nas atividades de prevenção

Esse ano a Secretaria de Saúde de Itajaí intensificou o trabalho de conscientização e prevenção da população sobre os cuidados com a doença, bem como sobre a importância do uso de preservativo. Um dos principais avanços foi nas ações de testagem rápida para detecção do HIV. Em 2017, foram realizados 21.160 testes no município – um aumento de 128% em relação ao ano anterior, quando foram feitos 9.263 testes.

A Gerência de IST/AIDS/HV também aumentou a distribuição de preservativos e géis lubrificantes para a população neste ano. Foram entregues 871.403 insumos em 2017; no ano passado essa quantidade foi de 655.816. Além disso, desde o início do estão sendo feitas palestras em empresas com oferta de testes rápidos e preservativos para os colaboradores, e capacitações das equipes de Estratégia Saúde da Família da rede municipal de saúde para trabalhar o tema Sexualidade com os adolescentes das escolas municipais.

Ainda houve um acréscimo no número de palestras de orientação e prevenção nas escolas, bem como oferta de testagem rápida para estudantes das principais faculdades do município, distribuição de material educativo e insumos em festas, bares e casas noturnas, orientações em igrejas e campanhas de prevenção nas unidades de saúde.

“O trabalho tem sido intenso no sentido de diagnosticar precocemente a doença para que o paciente possa fazer o tratamento correto, oferecido gratuitamente na rede pública, para que tenha mais qualidade de vida e que possamos diminuir a transmissão da doença”, completa a gerente de IST/AIDS/HV.

Em 2017, Itajaí diagnosticou 282 pacientes com HIV/AIDS contra 217 pessoas registradas no ano anterior. A maior parte dos casos atuais foi em homens. O principal motivo do aumento, segundo a Vigilância Epidemiológica, é a falta de prevenção dos moradores. Até o momento foram contabilizadas 15 mortes pela doença, sendo que em 2016 esse número chegou a 24.

“Itajaí vem registrando um aumento no diagnóstico de casos de HIV/AIDS nos últimos quatro anos, principalmente em jovens de 20 a 34 anos e que tem maior nível de escolaridade. O que é preocupante, pois se trata de uma população que tem acesso a informações e formas de prevenção da doença”, explica a gerente de IST/AIDS/HV, Jacqueline Koch.

______________________________
Informações adicionais:
Secretaria de Saúde de Itajaí
Gerência de IST/AIDS/HV
(47) 3249-5566

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com