Justiça manda cortar ligações irregulares de energia no Jardim Fortaleza.

Na manhã desta quinta-feira (12), a Polícia Militar acompanhou a equipe da CELESC para fazer o corte das ligações irregulares de energia elétrica, o popular “gato”, na comunidade Jardim Fortaleza, no Bairro São Judas, em Balneário Camboriú.

De acordo com o Comandante do 12º BPM de Balneário Camboriú, Ten. Cel. José Evaldo Hoffmann, a PM está auxiliando no cumprimento de uma decisão judicial expedida pelo juízo do Foro da Comarca de Balneário Camboriú.



“A Polícia Militar está cumprindo uma determinação judicial para garantir que a CELESC faça a interrupção do furto de energia da localidade conhecida como Fortaleza. O custo da energia furtada é rateada entre os consumidores regulares da CELESC.”, esclareceu o Comandante.

A ação, movida pelo pelo Promotor Isaac Sabbá Guimarães, da 5ª Promotoria de Justiça de Balneário Camboriú, inclui a desocupação e recuperação de áreas de preservação permanente tomadas por construções clandestinas no Bairro.

“O Estatuto das Cidades estabelece, como uma de suas diretrizes, a regularização fundiária e urbanização, mediante o estabelecimento de normas especiais de urbanização, uso e ocupação do solo e edificação, consideradas a situação socioeconômica da população envolvida e as normas ambientais. Assim pautamos nossa atuação”, disse o promotor, em fevereiro deste ano, quando encaminhou a denúncia ao Ministério Público.

Moradores fecharam a rua

Moradores insatisfeitos com a situação fecharam a rua em forma de protesto.
A Polícia Militar está no local para controlar a situação.

Moradores fecharam a rua em forma de protesto (Foto: Marcos Saraiva)

 

Em breve mais informações.

 

 

 

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.