Lançamento de livro da LIC é uma das atrações do Sarau da Tainha deste mês

Neste sábado (03) acontece a edição de fevereiro do Sarau da Tainha, evento realizado pelo coletivo Peixaria Cultural, que tem entre os apoiadores a Fundação Cultural de Balneário Camboriú, por meio do edital de apoio a eventos e a Associação de Moradores do Bairro da Barra. A partir das 19h, na Praça do Pescador no Bairro da Barra, será possível acompanhar a exibição do curta-metragem “Asfixia”, programação musical e o lançamento do livro “Rodar do Engenho”.

Rodar do Engenho é um livro de fotografias que mostra a produção de farinha de mandioca de modo artesanal no último engenho de farinha de Balneário Camboriú, além de contar a história do engenho em português e também inglês. De autoria do fotógrafo Flávio Fernandes, o livro recebeu apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú (LIC). “É o desejo de muitos fotógrafos conseguir isso, e graças à LIC foi possível realizar o sonho de contribuir com a cultura da cidade”, diz o fotógrafo.

O sarau vai reunir também a exibição do “Asfixia”, curta-metragem produzido na região do bairro da Barra e nas Praias Agrestes, apresentação de música autoral do grupo Oros Boros e bate-papo com o Coletivo Hiato sobre produção independente. Quem estiver lá poderá ainda declamar poesias para os espectadores e ouvir histórias de pescador. O Sarau da Tainha é um evento gratuito e ocorre desde 2015, sempre no primeiro sábado de cada mês.

Programe-se

– 19h Som na Praça (playlist Sarau da Tainha)
– 20h Exibição Asfixia
– Microfone Aberto
– 21h Apresentação do livro Rodar do Engenho
– Microfone Aberto / História de Pescador / Caldo de Peixe
– 22h Oros Boros

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com