Líderes sindicais não acreditam em nova paralisação dos Caminhoneiros

Depois que uma entidade denominada União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC) emitiu comunicado anunciando que uma nova greve começaria depois do feriado da Independência, lideranças da categoria no Rio Grande do Sul afirmam não acreditar em grande paralisação neste momento.

Frank Woodhead, do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no RS (Setcergs), atesta que existem rumores no WhatsApp sobre greve, mas não acha que haverá mobilização semelhante a de maio.



— Eu não tenho visto nada de mais sério — relata, opinando: — Não podemos criar greve a cada aumento do diesel.

Uma das lideranças da greve de maio no Estado, o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Ijuí, Carlos Alberto Litti Dahmer, também não acredita que ocorrerá uma greve neste momento uma vez que a lei está sendo cumprida. Para ele, a manifestação da ANTT, prometendo nova tabela de frete, é uma “resposta imediata”.

— Quem está tentando promover alguma paralisação, no meu entender, está com outro foco. O foco não é a categoria, é algum outro interesse que não está manifestado neste movimento — afirma.

Ele ressalva, porém, que é necessário mais atitude da ANTT na fiscalização para identificar quem não cumpre a tabela, e por isso muitas lideranças devem ir a Brasília cobrar providências.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.