Mais de 200 castrações sociais foram realizadas nos últimos 45 dias em Camboriú

Nos últimos 45 dias, mais de 200 castrações sociais de cães e gatos foram realizadas em Camboriú por meio da Fundação do Meio Ambiente – Fucam. Outras 18 pessoas tiveram o procedimento marcado, mas não levaram seus animais até a clínica veterinária. A castração social é oferecida para os moradores da cidade com renda familiar de até dois salários mínimos e está disponível para cães e gatos, machos ou fêmeas, que tenham um peso máximo de 12 kg.

Liara Rotta Padilha Schetinger, presidente da Fucam, destaca a importância desse serviço para o bem estar animal e a Saúde Pública. “Além de melhorar a qualidade de vida do animal castrado, deixando ele mais calmo e menos suscetível a uma série de doenças, a castração é a principal maneira de reduzir o número de cães e gatos abandonados nas ruas da cidade. São animais podem contrair e transmitir doenças – e também que sofrem com a falta de cuidados”, elenca.

O servidor da Fucam Rodrigo Snege comenta sobre a importância da verificação do peso limite do animal. Ele destaca que cães com mais de 12kg não serão castrados. “Esse limite de peso precisa ser respeitado para podermos castrar um número mais amplo de cães e gatos na cidade”, reforça.

Snege também explica que mudou o local em que é feito o exame pré-operatório para a castração, que era realizado na Secretaria de Agricultura antes do agendamento da cirurgia. “Uma adequação positiva que tivemos é de a triagem agora estar sendo realizada diretamente na clínica, no dia da cirurgia. Isso evita mais um dia de ausência no trabalho para os tutores e diminui os custos no transporte dos munícipes”, defende.

Atualmente, a Fundação do Meio Ambiente libera 25 senhas semanais para a população que deseja castrar cães ou gatos. Segundo a presidente da Fucam, Liara Rotta Padilha Schetinger, a procura da pelo serviço reduziu bastante desde que foi dado início à liberação de senhas para castração.

Como solicitar a castração social

As senhas destinadas ao agendamento da castração social são distribuídas prioritariamente na quarta-feira, diretamente na Fucam (Rua Joaquim Nunes, nº 285), das 9 às 17 horas. Para solicitar a castração, é preciso apresentar comprovante de residência, cópia da identidade e comprovante de renda dos membros da família maiores de idade. São aceitos como comprovantes de renda o holerite, cópia da carteira de trabalho ou declaração, reconhecida em cartório, no caso de trabalhador informal ou autônomo. Quem não tiver rendimentos, deve apresentar uma declaração informando ausência de renda, também reconhecida em cartório.

Para agendar a cirurgia, fêmeas de cães e gatos não podem estar no cio ou num período próximo a ele. As que tiverem filhotes, também precisam aguardar um mínimo de 45 dias para serem submetidas ao procedimento. As castrações são realizadas na clínica La Pet – Rua 916, nº 466, no centro de Balneário Camboriú.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com