Mais um suspeito pela morte de PM morre em confronto com a polícia no RN

Um dos principais suspeitos, segundo a polícia, de ter atirado contra o casal de policiais militares de Santa Catarina, Marcos Paulo da Cruz e Caroline Pletsch, que passavam férias em Natal, no Rio Grande do Norte, morreu nesta segunda-feira (2). Conforme informações repassadas pela Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Yuri Torres Lima de Souza, de 18 anos, acabou baleado durante uma troca de tiros com a polícia de Natal e não resistiu aos ferimentos. Na época do crime, registrado no dia 26 de março, a soldado Caroline chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar ao hospital. O sargento Marcos foi atingido no ombro.

Souza foi localizado pelos agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) nesta segunda-feira em uma casa no conjunto Gramoré, bairro Lagoa Azul, na zona norte de Natal, após uma denúncia anônima. Durante a abordagem policial, Souza teria atirado contra os agentes, que revidaram.

Ainda na ocorrência, outros dois homens, identificado como Hugo Vinícius Ângelo da Silva e Ítalo Fernando Ângelo da Silva, acabaram detidos por posse ilegal de arma. Conforme o G1 de Natal, os dois, que são irmãos, teriam sido identificados pela polícia como suspeitos de terem participado do crime, mas em depoimento a dupla teria negado.

Na noite desta segunda-feira a reportagem do Diário Catarinense entrou em contato com o diretor da Delegacia de Homicídios do Rio Grande do Norte, Marcos Vinicius. Ele confirmou que um dos suspeitos do crime contra os PMs catarinenses foi morto em confronto nesta segunda-feira, mas, por estar envolvido em uma ação policial, não pôde informar mais detalhes sobre a ocorrência.

O crime

O casal de PMs, que atuava em Chapecó, estava de férias em Natal, no Rio Grande do Norte, e foi baleado durante assalto a uma pizzaria. A soldado Caroline Pletsch, de 32 anos, foi atingida no peito e morreu a caminho do hospital. Já o sargento Marcos Paulo da Cruz, 43 anos, foi atingido no ombro e encaminhado para atendimento médico.

O crime foi registrado por volta das 21h quando dois homens armados teriam entrado no local e após levarem o dinheiro do caixa, roubaram os pertences dos clientes. O casal teria sido identificado neste momento. O sargento teria reagido e teve uma luta corporal com um dos assaltantes. Já a soldado Caroline, para se defender, teria tentado jogar uma cadeira contra o criminoso armado, mas acabou sendo baleada. Os assaltantes fugiram levando a arma do sargento.

Fonte: ZH

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com