Marido de vereadora agride assessor da Câmara de Balneário Camboriú

Mais um episódio lamentável envolvendo o marido da vereadora Juliethe Nitz aconteceu ao final da sessão ordinária desta terça-feira, dia 23, em Balneário Camboriú.

Juliano Wandalen, mais conhecido como Juliano Ninja, partiu para cima do assessor do vereador Leonardo Piruka, o advogado Samuel Rodrigues. As imagens da câmera de vigilância mostram Juliano pegando Samuel pelo pescoço e dando uma rasteira no advogado, que caiu no chão.



Um homem se aproxima e ajuda Samuel a se levantar, mas em seguida Juliano chega perto novamente, encara Samuel e até tenta tirá-lo de dentro da Câmara. O assessor parlamentar resiste, mas é mais uma vez agredido com uma rasteira e arremessado ao chão. Algumas pessoas se aproximam para acudir e Juliano se afasta.

Em março deste ano, Juliano também foi responsável por uma briga na Câmara de Vereadores de Balneário, onde alegou ter ido “proteger a honra de sua família” ao agredir o vereador Elizeu Pereira por um suposto caso de assédio a sua esposa. Outros vereadores foram agredidos na ocasião, entre eles o vereador Nilson Probst que foi derrubado no chão por Juliano.
No dia, todos foram parar na delegacia e 14 vereadores assinaram o BO contra Juliano.

De acordo com informações, a confusão de ontem foi motivada por um “acerto de contas” da confusão de março, onde Samuel teria tentado apartar e acalmar os ânimos da briga envolvendo Juliano e o vereador Elizeu. “Você não mandou me tirarem da câmara? Manda de novo!”, teria sido a provocação inicial feita por Juliano. Samuel teria respondido “Falei aquele dia por que você estava fazendo bagunça aqui dentro da câmara”. Depois disso o lutador teria atacado o assessor.

OAB emite nota sobre agressão a assessor 

De acordo com nota da Polícia Militar, soldados acompanhavam a sessão que contava com um grande número de pessoas e foram avisados do que estava acontecendo no hall de entrada do plenário. Eles algemaram Juliano que foi conduzido para a delegacia para os procedimentos cabíveis. Samuel foi levado para o Hospital Ruth Cardoso com fortes dores na coluna, está com um colar cervical e passa por exames. Ainda de acordo com o Comandante do 12BPM, Ten. Cel. Evaldo Hoffmann, a vereadora Juliethe chegou a ligar para ele indagando do porque terem algemado e conduzido o seu marido para a delegacia.

Diversas pessoas que assistiram o vídeo levantaram indagação sobre a ação do vigilante da Câmara no caso. Nossa reportagem procurou especialistas na área que afirmaram que a atitude do vigilante, que trabalha armado, foi a mais correta. Manteve a calma, em um ponto de visão estratégico e com arma em punho. Pelo fato do agressor ser um lutador experiente e visivelmente descontrolado, qualquer passo em falso poderia ter consequências ainda mais graves.

Vereadora
Ouvida pelo jornal Diarinho, Juliethe diz que lamentou o ocorrido e confirmou que a rixa entre o marido e Samuel é antiga. “Samuel falou que daria um tiro em Juliano, o que acabou motivando a discussão e agressão,”. Já em mensagem enviada nesta manhã para uma rádio local, Juliethe disse que Juliano foi provocado.

Assessor
Samuel disse hoje pela manha em uma entrevista, que neste momento está preocupado com a saúde dele, vai fazer alguns exames e passar por reavaliação médica. Depois que resolver isso, irá tomar as providências sobre o fato. Samuel afirmou que, a princípio, o Dr. Juliano Mandelli, presidente da OAB-BC, está acompanhando o caso.

Câmara
Até o fechamento desta matéria, a Câmara de Vereadores não havia emitido nenhuma nota oficial sobre o assunto.

Assista o vídeo da agressão

 

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.