Município de Itajaí realiza ação de combate a escorpiões no loteamento Rio Bonito

O Núcleo de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Itajaí e a Coordenadoria Regional de Atendimento ao Cidadão São Vicente realizaram, nesta sexta-feira (3), uma ação de combate a escorpiões em duas ruas do loteamento Rio Bonito. Em residências e terrenos baldios foram recolhidas duas caçambas de entulho, que contribuíam para proliferação da espécie Tityus Serrulatus, conhecido como escorpião amarelo.

Conforme o Núcleo de Controle de Zoonoses, as primeiras ocorrências de escorpiões no Rio Bonito foram registradas em 2010. Desde então, o município tem monitorado a localidade através de busca ativa dos animais e atendimento a demanda espontânea da população. Neste ano, já foram coletados 40 escorpiões no local.



Desde o mês passado, a Secretaria Municipal de Saúde realiza ações em parceria com as coordenadorias regionais da Secretaria de Obras e Serviços Municipais com o objetivo de retirar materiais que possam favorecer a permanência dos escorpiões. Em julho, foram recolhidos dois caminhões de material em 18 residências do loteamento Costa Cavalcante.

“Os materiais recolhidos nas residências e terrenos são enterrados no aterro sanitário para que a ação seja efetiva e cesse a proliferação dos escorpiões. Também orientamos os moradores para que mantenham os ambientes livres de entulhos”, explica Lúcio Vieira, do Núcleo de Controle de Zoonoses.

Cuidados

O escorpião amarelo não é nativo da nossa região. Altamente perigoso, sua picada pode ser letal, principalmente quando o acidente envolve crianças ou idosos. Outro grande problema é que essa espécie é extremamente adaptada ao ambiente alterado pelo homem e pode se reproduzir tanto pela forma sexuada quanto por partenogênese, ou seja, quando a fêmea não necessita do macho para originar filhotes. A presença de entulhos, madeiras e outros materiais podem contribuir para sua proliferação.

Para combater o problema, o Núcleo de Controle de Zoonoses alerta a população que ao encontrar um escorpião em sua residência entre em contato com a Secretaria de Saúde pelos telefones (47) 3249-5571 e (47) 3249-5572 para que seja realizado o bloqueio da área. Em casos de acidentes com humanos, deve-se procurar imediatamente atendimento hospitalar, onde encontra-se o soro antiescorpiônico.

Confira algumas orientações para manter sua casa protegida de escorpiões

Na área externa:
• Manter limpos quintais e jardins, não acumular folhas secas e lixo domiciliar;
• Acondicionar lixo domiciliar em sacos plásticos ou outros recipientes apropriados e fechados, e entregá-los para o serviço de coleta. Não jogar lixo em terrenos baldios;
• Eliminar fontes de alimento para os escorpiões: baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados;
• Evitar a formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, como obras de construção civil e terraplenagens que possam deixar entulho, superfícies sem revestimento, umidade, etc;
• Remover periodicamente materiais de construção e lenha armazenados, evitando o acúmulo exagerado;
• Preservar os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos (corujas, joão-bobo, etc.).
• Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões;
• Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes externas e muros;
• Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões;
• Rebocar paredes externas e muros para que não apresentem vãos ou frestas.

Na área interna:
• Rebocar paredes para que não apresentem vãos ou frestas;
• Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha;
• Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas;
• Telar as aberturas dos ralos, pias ou tanques;
• Telar aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos fechados;
• Manter todos os pontos de energia e telefone devidamente vedados.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com