Mutirão de exames já realizou mais de sete mil procedimentos em Itajaí

Mais de sete mil pessoas já foram atendidas pelo mutirão de exames do Município de Itajaí até o final de julho. Por meio da iniciativa, a população tem acesso ágil a exames de ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia, doppler, ecocardiograma, espirometria, colonoscopia e endoscopia.

“Quando assumimos a Secretaria de Saúde tínhamos uma enorme demanda reprimida de exames e consultas. Hoje, através do mutirão, estamos prestes a zerar a fila de procedimentos de alta complexidade, como ressonância e tomografia, e vamos continuar fazendo os demais exames e consultas. Essa iniciativa só foi possível porque tivemos todo apoio do prefeito Volnei Morastoni”, afirma o secretário de Saúde de Itajaí, Celso Luiz Dellagiustina.

Ao todo, já foram realizados 1166 dopplers, 95 espirometrias, 114 ecocardiogramas, 1652 ressonâncias magnéticas, 2511 ultrassonografias, 1105 tomografias, 263 endoscopias e 99 colonoscopias. Além dos exames, o município iniciou em julho o mutirão de consultas especializadas com dermatologista, neurologista, anestesiologista e ortopedista.

Para atender às demais especialidades e exames reprimidos na cidade, o edital de chamamento público do mutirão continuará aberto até o fim do ano para que novas clínicas possam se credenciar. O investimento da Secretaria de Saúde na ação é de aproximadamente R$ 3,5 milhões.

O secretário de Saúde destaca ainda que a gestão já está estudando medidas para evitar que as filas voltem a se formar. “Quando a fila de exames começou a andar determinamos que os pacientes que estivessem com o procedimento pronto deveriam fazer o retorno no médico em até 30 dias. Agora estamos planejando uma ação para evitar a solicitação de procedimentos desnecessários”, pontua Dellagiustina.

Faltas continuam

As faltas de pacientes aos exames continuam altas. Até o final de julho, foram registradas 2032 faltas, a maioria em procedimentos de menor complexidade como ultrassonografia e doppler. O secretário Celso Dellagiustina reforça que a ausência no exame acaba tirando a vaga de quem também está na espera, fazendo ainda com que o paciente vá para o fim da fila.

Caso a pessoa não possa comparecer no dia agendado para o exame, deve comunicar ao prestador no momento do agendamento e remarcar o procedimento. Além disso, é necessário ficar atento ao chamado da Secretaria de Saúde ou das clínicas conveniadas, mantendo o cadastro de telefone e endereço atualizado na unidade de saúde ou na Secretaria.

_____________________________
Informações adicionais:
Secretaria da Saúde de Itajaí
(47) 3249-5500

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com