NEI de Balneário recebe três robôs ROPE, que irão auxiliar no aprendizado

O pequeno Emanoel Mendes, de 06 anos, abriu um sorriso enorme quando viu o ROPE pela primeira vez. O robô feito de madeira, obedece as funções programadas pelas crianças, emite sons e diversas luzes que atraem ainda mais a atenção dos pequenos. Emanoel foi o primeiro no núcleo a brincar com o ROPE. “É muito legal, ela anda pra frente e pro lado quando eu aperto o botão”, contou o menino.

Três robôs de programar foram entregues nesta quinta-feira (13) no Núcleo de Educação Infantil Pão e Mel, no Bairro Vila Real, em Balneário Camboriú. A cidade é a primeira do país a utilizar em sala de aula um brinquedo de programar de forma sistemática, o “ROPE”. O brinquedo inovador permite o uso da tecnologia de maneira divertida e lúdica, sem a necessidade de uso de computadores. “É um projeto que ganhou destaque na mídia nacional e que coloca a educação de Balneário Camboriú num caminho diferente, onde a tecnologia é usada de maneira responsável, criativa e educativa”, falou o prefeito Fabrício Oliveira.

O ROPE auxilia no desenvolvimento cognitivo e motor. Ele possui quatro botões direcionais, que fazem o robô andar para frente, para trás e girar para os lados, um botão para a execução dos comandos, luzes e sons que facilitam a compreensão das crianças. Os pequenos aprendem com facilidade a traçar tarefas enquanto desenvolvem a cooperação, solucionam problemas e fazem cálculos. “Enquanto pesquisadora do “brincar” na educação, sei o quanto o ROPE é rico pedagogicamente. Ele pode ser usado nas mais diversas atividades, contribuindo muito no aprendizado das crianças e tornando ele mais divertido”, falou a secretária de Educação Denize Leite.

Além do NEI Pão e Mel o NEI Carrossel também recebeu três robôs. Mais nove escolas devem ganhar os brinquedos de programar até o final do ano. “Esses dois primeiros meses do projeto no NEI Carrossel o retorno está sendo muito positivo. As professoras nos enviam relatórios sobre a utilização dos robôs pelas crianças e sobre os avanços com relação ao raciocínio lógico, matemática, programação, lateralidade. E também nos mostram o que pode ser adaptado ou melhorado no projeto”, contou o coordenador do projeto e do Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali, André Luis Alice Raabe.

O “ROPE” foi criado pelo Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali e viabilizado através de parceria com o Ministério Público. O robô poderá ser usado na sala de aula ou em qualquer outro espaço do ambiente escolar e vai permitir o contato direto dos alunos, que serão os responsáveis por sua programação. “Já tínhamos conhecimento sobre o projeto e sobre os resultados positivos dele no NEI Carrossel. Ficamos muito felizes porque agora também tem ROPE no nosso núcleo. Vai contribuir bastante com a aprendizagem e as crianças adoraram a novidade” finalizou a professora do Jardim II do NEI Pão e Mel, Eliandra dos Santos.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Educação
(47) 3363-7144

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com