O Caminhão do Peixe encerra as atividades nesta sexta-feira (22)

O Caminhão do Peixe encerrará as atividades de 2017 nesta sexta-feira (22). O retorno será na primeira quinzena de janeiro de 2018. Este projeto da Secretaria Municipal de Pesca e Aquicultura oferece a população o melhor do pescado com qualidade e preços acessíveis. O Caminhão passou nesta segunda-feira (18), pelos bairros Espinheiros e São Roque, no decorrer da semana: Fazendinha, Praia Brava, Rio Bonito, Cidade Nova, São Judas, Nilo Bittencourt, São João. Encerra no bairro Itaipava, na tarde de sexta-feira (22).

Neste ano a proposta do projeto foi reformulada e desde junho atende mais de 20 comunidades de Itajaí. Os moradores das regiões mais afastadas do centro da cidade e que não conseguem ir até o Mercado do Peixe têm a possibilidade de consumir peixes. A Secretaria Municipal de Pesca e Aquicultura disponibiliza desde tainha, charuto, até anchova e corvina. A população já está acostumada a encontrar no caminhão diversas opções de peixes com preço mais em conta.

Valmir Vitorino Junior, secretário da Pesca, ressalta que o caminhão possibilita à grande maioria, a proximidade com o comércio os pescados da região. Nesses meses a frente da Secretaria, ele relembrou a felicidade dos moradores do bairro Canhanduba ao receberem a passagem do Caminhão do Peixe. A distância é cerca de seis quilômetros do bairro até o Mercado do Peixe Paulo Bauer. A Canhanduba é uma das quatro comunidades rurais que recebem esta iniciativa da Prefeitura. Esta é uma prova do quanto este projeto da Secretaria facilita a vida dos itajaienses, proporcionando uma alimentação saudável, através do consumo de carne branca.

O Município de Itajaí é o maior porto pesqueiro de Santa Catarina e do Brasil. Gera mais de 4 mil empregos diretos, além de contribuir em média, de 10 a 13% dos desembarques de pescados realizados no país. A região é responsável por cerca de 20% da produção nacional de pescado. Com mais de 600 operações de descarga de embarcações de porte industrial.

Osnilda Izabel da Silva, de 66 anos, é aposentada e costuma consumir peixes dois dias por semana. Após comprar alguns quilos de cação, no pátio da Paróquia Dom Bosco, ela contou a preferência que tem em adquirir os produtos do caminhão. Ao andar pela cidade, sempre que encontra o veículo, logo garante seu “peixinho de cada dia”.

A tainha é a espécie de peixe mais procurada pelos itajaienses, que honram o título de “peixeiros”. Em média o quilo da tainha com ova custa R$ 15 e R$ 8 sem ova. O mesmo valor cobrado no ano passado. Após a comercialização de peixes frescos, aumentou o número de vendas, com peixe de ótima qualidade conciliado com bom preço.

O coordenador de projetos Ronaldo Arruda Andrade (34), responsável pela locomoção do caminhão para diversos bairros da cidade. Os bairros com maior comercialização do pescado, são: São Judas, Fazenda e Limoeiro. “Em seis meses de trabalho, ficou visível que onde há maior número de população idosa, maior também é a procura por peixe”.

 

Confira a agenda para esta semana

19/12 Terça-Feira // Manhã – Bairro: Fazendinha
Rua Osni Mello (Próximo à Subprefeitura)

19/12 Terça-Feira // Tarde– Bairro: Praia Brava
Rodovia Osvaldo Reis (Pátio do Posto 14 Bis)

20/12 Quarta-Feira // Manhã – Bairro: Rio Bonito
Rua Arquiteto Nilson Edson dos Santos (Em frente à Subprefeitura)

20/12 Quarta-Feira // Tarde – Bairro: Cidade Nova
Rua Agílio Cunha (Pátio da Igreja Nossa Senhora de Fátima)

21/12 Quinta-Feira // Manhã – Bairro: São Judas
Rua Indaial (Pátio da Igreja Católica)

21/12 Quinta-Feira // Tarde – Bairro: Nilo Bittencourt
Av. Nilo Bittencourt (Em frente ao Mercado Uber)

22/12 Sexta-Feira // Manhã – Bairro: São João
Rua José Pereira Liberato (Pátio do Clube Tiradentes)

22/12 Sexta-Feira // Tarde – Bairro: Itaipava
Estrada Geral (Pátio da Igreja São Pedro)

_______________________________
Informações adicionais:
Secretaria de Pesca e Aquicultura
(47) 3344-2308

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com