Obras na Quarta Avenida seguem com a implantação de drenagem

Desde o dia 08 de janeiro, o trecho entre as ruas 2.650 e 3.020 está recebendo as obras do Binário Sul, que compreende o prolongamento da 4ª Avenida. Na primeira quinzena de trabalhos foi feita a instalação do canteiro de obras, o levantamento topográfico e a limpeza dos terrenos. Nesta semana, iniciou uma nova fase com a abertura de valas para a instalação da tubulação de drenagem pluvial, colocação de caixas de inspeção com boca de lobo e poços de visita.

A previsão é de que estes trabalhos sejam executados nos próximos 30 dias, para depois serem colocadas a base de brita e posteriormente a camada de asfalto na 4ª Avenida. Esta obra de mobilidade urbana prevê a criação neste trecho de três pistas de rolamento, estacionamento, ciclovia protegida por jardim, calçadas em paver com acessibilidade e nova iluminação em led. Já nas áreas de entorno serão implantados pontos de ônibus, parques infantis, academias, pequenas praças e parque para cães.



Nesta fase serão investidos R$ 3 milhões. A obra que prolonga a 4ª Avenida faz parte do Plano de Mobilidade Urbana – Binário Sul, aguardado há anos pela população. No ano passado, o Município retomou o projeto e realizou as demolições de seis imóveis residenciais, um hotel (parcial) e a limpeza de 20 terrenos para a implantação do prolongamento da 4ª Avenida. O trabalho realizado em 2017 possibilitou que a execução da obra, neste trecho de 544 metros de extensão, iniciasse agora em janeiro. Para a realização do Binário Sul, já foram investidos R$ 34 milhões em desapropriações.

Todo recurso para a execução desta obra e dos entornos são provenientes da Operação Urbana Consociada 2 (OUC-2), relativo aos adicionais construtivos cobrados da construção civil e tem a destinação específica dos recursos para estas obras já determinadas em lei.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.