Operação investiga cursos fantasmas de vereadores em Camboriú

Policiais da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Balneário Camboriú estouraram, ontem à tarde, uma operação que apura irregularidades no pagamentos de diárias a servidores e vereadores da Câmara de Camboriú. Foram cumpridos mandados de busca na sede do legislativo.

A operação investiga diárias pagas pra servidores e vereadores, em legislaturas passadas, em razão de cursos nas cidades de Curitiba/PR, Brasília/DF e Florianópolis.
Segundo o delegado da DIC, Vicente de Assis Mesquita Soares, os cursos seriam fantasmas.



Leia Também: MPSC denuncia um vereador e quatro ex-vereadores por improbidade administrativa em Camboriú.

“Trata-se de um desencadeamento da operação Iceberg, deflagrada pela Divisão de Defraudações da Deic, no final de 2015, e que teve como alvo a Câmara de Tijucas”, revelou o delegado.
Conforme as investigações, três empresas da capital paranaense faziam contratos de cursos fictícios com o legislativo. Vereadores e servidores recebiam as diárias de viagem sem ter assistido uma aulinha sequer.

A Polícia Civil preferiu não revelar nomes até a conclusão das investigações.

 

 

Fonte: Diarinho

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.