Polícia de SC faz barreiras para capturar criminosos após explosões de caixas eletrônicos no PR

Policiais fazem barreiras nesta sexta-feira (5) em pontos estratégicos do Norte catarinense e o Paraná, depois que criminosos explodiram caixas eletrônicos de três bancos e dispararam contra a sede da Polícia Militar de Piên, na Região Metropolitana de Curitiba. Um vigilante de 53 anos foi encontrado morto e até esta publicação ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar de São Bento do Sul, as buscas envolvem equipes da cidade e também de Rio Negrinho. Durante a madrugada até as 9h foram realizadas rondas e fiscalização na SC-418, que faz a divisa do Paraná e Santa Catarina.



Pelo menos, segundo a PM, 15 criminosos participaram da ação. As circunstâncias do crime ainda são investigadas, para verificar se vigilante foi assassinado durante a fuga dos ladrões ou em uma possível tentativa de um quarto assalto, já que apenas um banco da cidade não foi atacado.

3 agências bancárias de Piên foram alvo de ladrões na madrugada desta sexta-feira (5) — Foto: PM/Divulgação

3 agências bancárias de Piên foram alvo de ladrões na madrugada desta sexta-feira (5) — Foto: PM/Divulgação

Ataque contra a sede da PM

Além de explodir os caixas eletrônicos, os criminosos também atiraram contra a sede da PM por mais de 30 minutos, segundo corporação paranaense.

Até a última atualização desta reportagem, a PM não sabia dizer quantos carros foram usados pelos assaltantes, nem a quantidade de dinheiro roubada.

Policiais militares e civis de Piên e de municípios vizinhos envolvendo as equipes de Santa Catarina tentam localizar os ladrões. Até o momento, ninguém foi preso.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.