Policial Civil sai para caminhar e desaparece em Itapema

Autoridades estão mobilizadas para encontrar a policial civil Karla Silva de Sá Lopes, 28 anos, que está desaparecida desde a manhã de ontem. Ela saiu de casa para caminhar, em Itapema, e não foi mais vista.
De acordo com Luiz Fernando Lopes, policial militar da reserva e marido de Karla, ninguém ainda tem ideia do que aconteceu. “Não sei explicar. Ela saiu para caminhar e fiquei aguardando”, contou.

 

ATUALIZAÇÃO: Policial Civil desaparecida em Itapema, foi morta pelo marido e enterrada na praia de Taquaras

 

Ontem à noite, agentes da divisão de Investigações Criminais (DIC) estavam na residência do casal. Não foi feito nenhum pedido de resgate e Luiz Fernando desconhece qualquer ameaça que a esposa tenha sofrido.

Ontem, rolava num grupo de WhatsApp que Karla havia sido vista pela última vez no supermercado Koch e que a polícia já havia requisitado as imagens das câmeras de segurança do mercado. Luiz Fernando não confirmou essa informação.
Karla era lotada na delegacia de Correia Pinto e foi transferida para São João Batista, no Vale do Rio Tijucas. “Ela está de férias e vai se apresentar dia 12 (terça-feira)”, disse o marido. O casal tem um filho.

A policial tem cerca de 1,60m, é morena e tem cabelos castanhos e compridos. Ela tem uma tatuagem na altura da costela direita. Como Karla saiu bem cedo para caminhar, Luiz Fernando não sabe ao certo com que roupa ela estava. “Mas deve estar de shorts, camiseta regata e tênis”, acredita.

Qualquer informação pode ser repassada para o telefone 9-9768-3874 ou diretamente ao 190.

Info: Diarinho

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com