Polvo Rabio, vidente da Copa, vira sashimi no Japão

Toda Copa do Mundo tem seu animal vidente: a edição de 2014 contou com o polvo Paul e a de 2018 com o gato Aquiles. O bichano pode até ser a estrela para a mídia estrangeira, mas no Japão, o destaque foi para outro polvo: Rabio.

Capturado por Kimio Abe, o animal ficava em uma piscina de plástico. Perto das partidas, três caixas — uma representando uma vitória, a segunda uma perda e, a terceira, um empate para o Japão — eram colocadas em frente dele, que se movia na direção da que acreditava ser a correta.



Segundo o jornal britânico The Guardian, durante sua breve carreira de vidente, Rabio previu a vitória do time contra a Colômbia, o empate com o Senegal e a derrota contra a Polônia.

O polvo, no entanto, não sobreviveu o suficiente para prever uma possível vitória do Japão na Copa do Mundo: na última segunda-feira (2), a equipe perdeu de 3×2 para a Bélgica, sendo eliminada do campeonato. Alguns internautas culparam o pescador Kimio Abe pela derrota, já que antes do jogo ele havia matado e vendido Rabio para um mercado.

“Estou feliz que todas as previsões estavam corretas e o Japão chegou às oitavas”, disse Abe em entrevista ao jornal Mainichi Shimbun. “Espero que o sucessor de Rabio preveja os resultados corretamente e que o Japão vença a Copa do Mundo.” Tarde demais, Abe, tarde demais.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.