Prefeitura de Camboriú emite nota sobre ameaça de início de greve

Depois da ameaça de greve por parte de servidores da educação de Camboriú, a prefeitura emitiu uma nota de esclarecimento para a população.
A revolta começou, após a prefeitura acatar uma orientação do MP em que os monitores deveriam fazer uma carga de 8 horas diárias. E não 6 como vinha acontecendo.
Segue:

Comunicada, pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Camboriú, de início de greve nesta sexta-feira, dia 4, de parte dos profissionais da Educação Infantil, a Prefeitura vem a público esclarecer que:

– O objetivo é manter os serviços de atendimentos nos Centros de Educação Infantil e todos os esforços serão feitos para que não ocorra prejuízo às crianças e às famílias;

– A decisão de que a jornada dos monitores de Educação Infantil deve ser de oito horas diárias levou em conta aspectos pedagógicos, legais e econômicos.
A jornada de oito horas diárias foi determinada também para outras categorias profissionais de servidores públicos;

– A manifestação dos servidores é um direito, que será respeitado pela Administração, desde que siga a legalidade;

– Nenhum direito dos monitores de Educação Infantil está sendo negado pela Prefeitura de Camboriú. A greve foi definida pela categoria para a reivindicação de outros benefícios.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com