Programa Municipal de Combate à Dengue realiza mais de 58 mil visitas no primeiro semestre do ano

O Programa Municipal de Combate à Dengue de Balneário Camboriú realizou 58.530 visitas no primeiro semestre de 2017. O trabalho feito pelos agentes de combate à dengue consiste em visitas de rotina, realizadas a cada dois meses, denúncias, monitoramento e fiscalização em residências, estabelecimentos, comércio em geral e obras para verificação de focos do mosquito Aedes Aegypti e orientação à população.

Do total, foram inspecionadas armadilhas em 7.522 visitas. As estruturas são feitas com pneus para monitorar e constatar focos do mosquito em determinadas regiões. As ações também são executas por meio de denúncias via Ouvidoria Municipal, feitas pela comunidade ou pelos próprios agentes que identificam locais de risco como piscinas sem tratamento, calhas e recipientes nos pátios que acumulam água, levando ao atendimento de 2.750 visitas. Pontos estratégicos também foram vistoriados somando 704 inspeções em ferros velhos, floriculturas, locais de material reciclável e lojas de piscinas, que são mais suscetíveis a proliferação do mosquito.

Foram realizadas ainda 344 visitas domiciliares, encaminhadas pela Vigilância Epidemiológica, por meio de notificação de suspeita de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Nesses casos, a equipe do Programa realiza vistorias nas casas dos pacientes e também ao redor dos locais, em um raio de 50 metros, para a identificação do vetor e medidas necessárias em cada caso.

De acordo com o coordenador do Programa, Rafael Neis da Silva, foram coletadas 6.453 amostras na qual 1.193 resultaram em positivas para o mosquito Aedes aegypti, superando em 60% os números do ano passado no mesmo período. “Pedimos a atenção da população no sentido de concentrar esforços para eliminação dos focos. Percebemos que as pessoas têm o conhecimento, mas não estão fazendo a sua parte para diminuir o risco de proliferação do mosquito”, destaca o coordenador.

O Programa Municipal de Combate à Dengue conta ainda com o serviço de fiscalização que emitiu 60 intimações, 19 infrações e uma interdição no período de 01 de janeiro a 30 de junho.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Saúde
(47) 3261-6200

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com