Projeto do aplicativo PMSC Cidadão é apresentado ao governador Raimundo Colombo

O projeto do aplicativo gratuito PMSC Cidadão foi apresentado ao governador Raimundo Colombo na manhã desta terça-feira, 14, em Florianópolis, pelo tenente-coronel da Polícia Militar Jorge Eduardo Tasca e pelo presidente do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), Ivan Ranzolin. A ferramenta tem o objetivo de permitir que o cidadão acione o 190 da Polícia Militar sem fazer ligação, garantindo agilidade nos serviços de segurança e ajuda em situação de risco. O investimento total de implantação está orçado em aproximadamente R$ 1 milhão.

“A ferramenta representa a melhoria no sistema operacional, assim conseguimos ser ainda mais eficientes e proteger melhor as pessoas. É preciso continuar investindo em tecnologia e equipamentos e modernizar toda estrutura para atender às demandas na área da Segurança Pública”, disse o governador.

O aplicativo está sendo desenvolvido para o dois principais sistemas operacionais para celulares e tablets, Android e iOS. Responsável pela coordenação do projeto, o tenente-coronel Jorge Eduardo Tasca explicou que bastará poucos toques na tela do celular para que pessoa entre em contato com a PM. O cidadão só precisará responder perguntas com respostas “sim” e “não”. Além disso, poderá enviar fotos, vídeos e áudios. A localização será transmitida por meio de GPS.

A ferramenta também vai atender vítimas de violência doméstica e familiar e o Programa Rede de Vizinhos PMSC. “O aplicativo que queremos implantar já a partir do próximo ano é uma tecnologia a serviço do cidadão e em prol da segurança pública. Após baixar o aplicativo no smartphone ou tablet, o usuário fará um cadastro no sistema, informando seus dados. A partir daí, poderá utilizar uma série de funcionalidades, como o botão de pânico para mulheres vítimas de violência. É uma ferramenta que irá alcançar todas as cidades catarinenses”, informou Tasca.

Rede fibra ótica e matrícula online

Outro assunto discutido no encontro foi a implantação da rede de fibra ótica de internet em Lages. Com investimentos de R$ 2,6 milhões, o Ciasc distribuirá, nos próximos meses, uma rede de mais de cem quilômetros de fibra ótica. A assinatura do contrato entre Ciasc e Prefeitura de Lages será no dia 22 de novembro, aniversário do município. “Queremos entregar todo o trabalho em três meses. Serão atendidos 105 pontos como escolas municipais e estaduais e postos de saúde”, disse. A Rede Infovia SC, como é chamado o projeto, já existe em cidades como Blumenau, Florianópolis e Joinville.

Ranzolin destacou ainda que será implantado no dia 27 de novembro, em Florianópolis, o projeto-piloto do sistema online de matrícula nas escolas estaduais para o ano letivo de 2018. A primeira cidade a ser contemplada será Florianópolis, com oito mil matriculas, mas o projeto está pronto e deve atender todas as escolas do estado, de acordo com o cronograma da Secretaria de Educação. Os pais poderão fazer a matrícula pela internet e, depois, entregar os documentos na escola.

Também acompanhou o encontro o chefe da Casa Militar, coronel PM Nildo Otávio Teixeira. Da parte do Ciasc, ainda participaram os vice-presidentes de Tecnologia, Ramicés dos Santos Silva, e Comercial, Lindolfo Pyskliwitz, e o gerente de Produtos e Serviços, Guilherme Pinter.

Informações e fotos: Secretaria de Estado de Comunicação – Secom

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com