Secretaria de Educação de Camboriú lança o programa Cidadão Mirim 2017

A Secretaria de Educação de Camboriú lançou na manhã desta quinta-feira, dia 28, o programa Cidadão Mirim 2017. Na cerimônia de lançamento, realizada na sede da Secretaria, foram apresentados o cronograma e a metodologia do projeto. Diretoras de escolas públicas, estaduais e particulares, além da responsável pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) do município, participaram do evento – já que ele envolve um esforço de todas as escolas no desenvolvimento de projetos com foco na formação dos cidadãos mirins.

Durante o projeto, os professores devem desenvolver atividades sobre a estrutura política do município, além de assuntos voltados a valores morais e éticos. Entre as práticas sugeridas estão leituras, palestras e rodas de conversa em sala de aula, bem como visitas e ações externas em órgãos públicos. Em seguida, os alunos irão escrever redações sobre o papel que exerceriam caso ocupassem cargos como prefeito, vice-prefeito, secretários, presidentes de fundações e vereadores. O prazo para produção do material termina no dia 19 de outubro.
Todas as 25 escolas envolvidas devem selecionar a melhor redação de cada unidade. Escolas com anos iniciais e finais – do Ensino Fundamental – terão dois representantes. No dia 25 de outubro, após um sorteio para selecionar com quem ficarão, os cidadãos mirins acompanham um dia do serviço público ao lado de 35 representantes do Legislativo e do Executivo municipais.
A coordenadora pedagógica do município, Maristela Damásio, acredita que o projeto servirá como oportunidade para a criança observar a importância que tem na sociedade. “As crianças e adolescentes devem se politizar desde pequenos. Eles precisam entender como o Poder Público pode auxiliar o cidadão. Compreender quem faz, quem executa e quem é beneficiado pelas leis. Hoje se fala muito de democracia e transparência, e, infelizmente, se observa que há uma separação entre política e cidadania. É preciso deixar claro para essas crianças e adolescentes que elas são parte integrante da política como processo de organização”, enfatiza.
O Cidadão Mirim é um programa que busca proporcionar uma compreensão de como ocorre a organização político-administrativa do município para crianças e adolescentes, de 7 a 15 anos de idade, regularmente matriculados no Ensino Fundamental – do primeiro ao nono ano. “É necessário falar sobre a organização em sociedade. Não vivemos sozinhos e precisamos desenvolver uma cultura do bem estar coletivo. Sei que nossas professoras irão realizar atividades que estimulem o exercício da cidadania”, completa a secretária de Educação, Alecxandra Vitorassi Rosa.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com