Secretaria de Saúde descarta surto de meningite em Balneário Camboriú

A Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú informa à população que não há surto de meningite no município. Conforme o Departamento de Vigilância Epidemiológica, neste ano 41 casos foram notificados na cidade, desses 19 eram residentes do município, os demais eram de cidades vizinhas.

Dos 19 casos de moradores da cidade, três foram causados pela doença meningocócica (tipo mais grave causado pela bactéria Neisseria); oito por meningite bacteriana e oito por meningite viral. “Desses casos dois evoluíram a óbito em janeiro por meningite bacteriana. Porém os dois pacientes eram idosos, com mais de 80 anos, o que os torna mais vulneráveis, inclusive um tinha histórico de cirurgias e outro estava em tratamento contra o câncer. Por terem sido casos isolados, sem vínculo não caracteriza surto da doença”, explica a diretora da Vigilância Epidemiológica, Laís Emídio.

A meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Pode ser causada por diversos agentes infecciosos, como bactérias, vírus, parasitas e fungos, ou também por processos não infecciosos. As meningites bacterianas e virais são as mais importantes do ponto de vista da saúde pública, devido sua magnitude, capacidade de ocasionar surtos, e no caso da meningite bacteriana, a gravidade dos casos. No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica, deste modo, casos da doença são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais, sendo mais comum a ocorrência das meningites bacterianas no inverno e das virais no verão.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece a vacina contra a Meningite Meningocócica C, vacina contra pneumocócica 10-valente (conjugada) que protege contra as doenças invasivas causadas pelo Streptococcus pneumoniae, incluindo meningite; pentavalente que protege contra as doenças invasivas causadas pelo Haemophilus influenzae sorotipo b, como meningite, e também contra a difteria, tétano, coqueluche e hepatite b; e vacina BCG que protege contra as formas graves da tuberculose e nos casos de meningite.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Saúde
Departamento de Vigilância Epidemiológica
(47) 3363-4170

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com