Sem Habite-se desde a construção, Câmara passará por reforma externa para adequações

Adequar e regularizar o prédio da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú. Este é o principal objetivo da reforma pela qual vai passar a sede do Legislativo Municipal.

“O prédio, desde sua inauguração em 2008, não possui o Habite-se, por isso precisa ser regularizado, e necessita de adequações de segurança e de acessibilidade para que todos os munícipes possam frequentar a casa do povo em igualdade de condições. Assim, a reforma faz-se muito necessária”, afirma o presidente da Câmara, Roberto Souza Junior (MDB).



O projeto de reforma e requalificação de fachada está sendo elaborado por professores e alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Avantis, através do Escritório Modelo de Arquitetura, sem custos para a Câmara.

O edital de licitação dos materiais e serviços foi lançado na semana passada, e a reforma tem previsão de começar já no segundo semestre deste ano. O valor máximo estimado no edital para a reforma é de cerca de R$ 1,3 milhão.

“Chegou-se a esse valor através de um levantamento feito pela equipe da Faculdade Avantis, que, além do projeto de reforma, criou o termo de referência do edital. No entanto, esse custo deve baixar, já que se trata de uma licitação do tipo ‘menor preço global’”, ressalta Roberto Souza Junior.

Conheça os principais pontos da reforma:

– Melhorias no estacionamento externo já existente, com 20 vagas para veículos, e criação de um novo espaço de estacionamento externo no terreno que fica na lateral direita do prédio, com mais 20 vagas para veículos de passeio e onze para motocicletas, e com vagas para deficientes físicos. Tanto os estacionamentos quanto os passeios públicos no entorno do prédio obedecerão às normas NBR.

– Revestimento externo do edifício em alumínio composto (ACM), brises metálicos, vidro estrutural, e reordenação do sistema de ar-condicionado. O revestimento em ACM trará uma significativa economia aos cofres do Legislativo, pois diminui drasticamente a necessidade de manutenção na pintura da fachada. Os brises são dispositivos utilizados para impedir a incidência direta de raios solares no interior de um edifício, o que auxilia na diminuição do calor e consequentemente na utilização de ar condicionado.

– Na fachada esquerda, na parte frontal, na área do hall de entrada está prevista a demolição parcial da laje existente para construção da escada partindo do nível da calçada até o vestíbulo, com a inclusão de uma plataforma elevatória para acessibilidade universal.

– Na área externa frontal, será construído um espelho d’água, onde ficarão posicionadas as bandeiras. Está prevista uma área de paisagismo na lateral esquerda do edifício, e a construção da calçada externa nos padrões exigidos pela Prefeitura de Balneário Camboriú, além de quatro pórticos metálicos brancos que demarcam o acesso principal do edifício.

– Preparação da estrutura para captação da água da chuva e reaproveitamento desta água para a limpeza e descarga dos sanitários do Legislativo.

Investir para economizar

O investimento em infraestrutura gerará uma grande economia a médio prazo com as modificações que serão realizadas. Uma delas é mudança da entrada do estacionamento do prédio para a área mais alta. “Essa alteração acabará de vez com os alagamentos na garagem da Câmara que, a cada episódio, gerava prejuízos em materiais perdidos e com a limpeza do espaço. Economia se faz necessária e a reforma da Câmara é parte deste processo”, finalizou o presidente Roberto Souza Junior.

 

Confira algumas imagens do projeto desenvolvido por alunos da Faculdade Avantis.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.