Técnico de futebol é indiciado por assédio sexual a atleta

Um técnico de futebol, de 36 anos, de uma equipe feminina de Pinhalzinho, no Oeste catarinense, foi indiciado por assédio sexual de ao menos uma atleta.

O crime ocorreu em 2016 e 2017, quando a vítima tinha 15 anos, disse a Polícia Civil. O suspeito deve responder em liberdade.



Conforme o delegado Arthur Lopes, o técnico constrangeu a adolescente, valendo-se da condição de superior hierárquico, e se aproveitou da relação de confiança com a garota para criar situações para induzi-la a uma ‘retribuição sexual’.

Segundo a polícia, se condenado, a pena pode ser aumentada por se tratar de uma vítima menor de 18 anos. Outros detalhes não foram informados pela polícia por se tratar de um crime envolvendo uma adolescente.

O inquérito foi encaminhado nesta quinta (23) ao Poder Judiciário, disse Lopes.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.