Velejadora, organizadores e patrocinadores da Volvo Ocean Race participam de seminário

O seminário técnico científico O Futuro dos Oceanos: combate ao lixo no mar contou com a presença de acadêmicos, autoridades e ativistas nesta quarta-feira (18). Além da velejadora brasileira Martine Grael, subiram ao palco do auditório do Centreventos Fernanda Daltro, da ONU Meio Ambiente, e Silvia Mirpuri, da Fundação Mirpuri, ligada aos mantenedores do barco Turn Tide on Plastic.

Em sua fala Martine Grael contou da experiência nos treinamentos e na Volvo Ocean Race 2017-18. “Eu velejo desde cedo e nas competições eu acompanho a situação dos mares. No Rio, onde eu treino, vejo plástico quase todo dia na Baía de Guanabara e fiquei impressionada com a quantidade de plástico fora da costa durante a competição”.

Fernanda Daltro, coordenadora da Campanha Mares Limpos da ONU Meio Ambiente, iniciou sua fala elogiando a utilização dos copos ecológicos na Itajaí Stopover. “É uma honra fazer parte de um evento muito lindo e sustentável. É incrível saber que é possível fazer tão bem em eventos grandes”. Daltro enfatizou a importância do Município de Itajaí em assinar a Carta Compromisso de Mares Limpos, que conta com 42 países participantes. “Muitas vezes não nos damos conta de que as atividades humanas acabam chegando ao mar. Como um pequeno papel de plástico caído no centro da cidade que chegará ao mar”, observou Fernanda Daltro.

A portuguesa Sílvia Mirpuri, da Mirpuri Foundation, contou que a conservação marinha é para este ano o principal tema de atuação de sua fundação. “O plástico entra em nosso organismo e causa doenças como diabetes e câncer”, disse Mirpuri. “Consideramos a Volvo Oceano Race como uma forma de comunicação ideal para chegar essa mensagem a nossa campanha”. A Mirpuri e a Organização das Nações Unidas são as responsáveis por colocar na maior competição de vela mundial uma equipe com bandeira sustentável pela limpeza dos oceanos, a Turn Tide on Plastic.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com