VÍDEO: Novas imagens mostram momentos antes de atentado contra Bolsonaro em MG

A TV Integração exibiu na noite desta sexta-feira (21) um vídeo com imagens exclusivas do cinegrafista Rodrigo Soares que mostra Adélio Bispo de Oliveira tentando esfaquear o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) minutos antes do atentado ocorrer em Juiz de Fora no dia 6 de setembro.

O registro ocorreu no Calçadão da Rua Halfeld, poucos metros do ponto onde houve o crime. É possível ver nas imagens que Adélio Bispo aparece observando Bolsonaro e tentando se aproximar diversas vezes do político.



Também é possível ver a faca utilizada enrolada em um jornal. Em um certo momento, com a mão para o alto, Adélio faz movimentos por duas vezes tentando, sem sucesso, acertar o candidato. Em seguida ele é afastado pela multidão, mas continua com a faca para cima.

Adélio Bispo de Oliveira foi preso em flagrante após conseguir atingir Jair Bolsonaro com um golpe. Ele está no Presídio Federal de Campo Grande no Rio Grande do Sul.

A Justiça Federal autorizou que um psiquiatra faça exames em Adélio após um pedido dos advogados de defesa que alegam insanidade mental do agressor. Bolsonaro está internado no Hospital Albert Einstein em São Paulo e já recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Assista o Vídeo

Avaliação de sanidade

No dia 19 de setembro, o juiz Bruno Souza Savino autorizou que um psiquiatra particular fizesse uma avaliação em Adélio. Antes, ele havia negado o pedido de avaliação de insanidade mental feito pelos advogados de defesa.

A petição foi protocolada pelo advogado de defesa, Zanone Manuel de Oliveira Júnior, no dia 10 de setembro, na sede da Justiça Federal em Juiz de Fora.

A solicitação era para que Adélio fosse avaliado por uma banca de psiquiatras e que fosse verificada a capacidade mental do cliente. Isto foi negado dois dias depois, e agora uma consulta com um psiquiatra particular foi autorizada.

Ataque

O candidato à Presidência foi atacado durante ato de campanha no Centro de Juiz de Fora, na tarde do dia 6 de setembro.

No dia seguinte, o presidenciável foi levado para o Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo (SP). Antes, passou por cirurgia na Santa Casa de Juiz de Fora.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.