A Praia Central de BC já esteve 100% própria para banho?

Na foto em destaque, o leito normal do Rio Marambaia acima e abaixo ele sendo ocultado com uma galeria onde hoje existe a Praça Higino Pio. (foto de 1974 – arquivo histórico) 

Muito se tem comentado sobre a balneabilidade do Pontal Norte da Praia Central de Balneário Camboriú.

O atual governo tem pregado que nos últimos 30 anos, é a primeira vez que a Praia Central está 100% própria para banho. Mas será que isso é verdade?

O Portal Visse? fez um levantamento do histórico de balneabilidade do Pontal Norte e traz para você todos os resultados das análises feitas pelo IMA nos últimos 42 anos.

Antes de mais nada, vamos explicar como funciona o resultado “Próprio para Banho” emitido pelo IMA. Desde a resolução 274/2000 do Conama, para um ponto se tornar “Próprio”, é necessário que pelo menos 4 das 5 últimas análises feitas no local, tenham o resultado abaixo de 800 Escherichia coli por 100 mililitros de água. Ou seja, um resultado positivo, não quer dizer que está tudo ok.

Vamos aos resultados, começando em 1977 até o ano de 2019. O “Ponto 01”, é o ponto de coleta do Pontal Norte. Confira o histórico com comentários, ano a ano.

1977

Nas primeiras coletas feitas pela antiga FATMA, é possível ver o resultado bem abaixo do máximo permitido. A cidade tinha 22 anos, densidade baixíssima e poucos edifícios no município. O Rio Marambaia ainda era ponto de mergulho de moradores locais. 

1981

Quatro anos depois da primeira coleta, foi feito nova análise no mês de dezembro de 1981. A diferença é gritante e o resultado chega aos incríveis 46.000 E.Coli/100ml.

1987

Seis anos depois, os resultados voltam a assombrar. Praticamente esgoto puro na ponta norte da Praia Central, com alarmantes 240.000 E.Coli/100ml. Mesmo após 10 anos da construção do antigo molhe, a poluição predominava.

1994

Embora a análise deste ano não tenha os resultados do Pontal Norte, é possível ver a praia “feia na foto” em janeiro de 1994.

1996

A nova análise do Pontal Norte mais uma vez apresenta resultados impróprios. A poluição vinda do Rio Marambaia, continuava a fazer estrago.

1997

As análises da FATMA começaram a serem feitas com mais frequência. O Pontal Norte continua na mesma. Imprópria para banho. 

1998

Os resultados se repetem também em 1998. Embora nos meses de julho, agosto e setembro, três análises deram positivas, o bom resultado não durou e não atingiu a média de 4/5 análises boas. Ou seja, continuava imprópria. 

1999

Em 1999 os resultados animam no segundo semestre. Mas dura pouco mais de dois meses da baixa temporada. Em dezembro daquele ano a poluição volta a tomar conta do Pontal Norte. 

2000

A situação de 1999 volta a se repetir. 

2001

Mais uma vez a história se repete. Com um diferencial no mês de dezembro. 

2002

As variações nos resultados são mais constantes. As análises começam a ser feitas 1 vez por semana pela FATMA.

2003

Os resultados voltam a ser inconstantes e a praia permanece basicamente metade do ano imprópria e a outra metade própria. 

2004

Tudo igual. A poluição continua, com poucos períodos de águas limpas. 

2005

A cidade vem de uma nova fase na construção civil. O resultado não poderia ser diferente. 

2006


Os resultados positivos continuam escassos e cada vez mais raros. 

2007

2008


O Pontal Norte agoniza

2009

Os resultados permanecem

2010

A situação segue piorando

2011

E piorando

2012

Em 2012, com a recém finalizada galeria da Avenida Atlântica, as “línguas pretas” foram transferidas para o pontal norte e sul. A consequência, já sabe.

2013

2014

Mais um “bumm” imobiliário trazia as consequências na cidade.

2015

Acompanhando o ano anterior, 2015 não teve NENHUM resultado positivo em todo o ano.

2016

Idem

2017

2018

2019



Fiscalização intensificada, novo emissário pronto e molhe finalizado em julho, trouxeram em 2019 o primeiro resultado positivo em 6 anos. E a melhor sequencia de bons resultados nos últimos 12 anos.

A prefeitura fala a verdade ao dizer que é a primeira vez em 30 anos que a praia está 100% própria para banho?

Sim. Por mais que em muitas ocasiões o Pontal Norte, levantado aqui, trouxe bons resultados, o geral da praia central sempre teve outros pontos impróprios.

E analisando todos os resultados, em quase nenhuma ocasião a praia esteve 100% própria para banho desde que começaram as análises da FATMA, atualmente IMA. O único resultado 100% positivo foi em 27 de outubro de 2013, mas caiu na semana seguinte.

Balneário Camboriú hoje, está ha mais de um mês mantendo resultados abaixo dos 800 E.coli/100ml em TODOS os pontos de TODAS as praias da cidade. Fato inédito nos últimos 42 anos, quando começaram as análises da FATMA.

Uma análise mais superficial, da a entender que a cidade falhou em duas ocasiões. No “bum imobiliário” que aconteceu no início dos anos 2000 e após 2013. Faltou fiscalização, faltou preparar a cidade para o crescimento. Após 2008, a região norte da cidade cresceu vertiginosamente e manteve um emissário construído na década de 70/80.

No início dos anos 80, quando ainda dava tempo de resolver, nada foi feito. De 2000 a 2015, a cidade passou por grandes transformações, mas as administrações continuaram a tapar o sol com a peneira.

Hoje, o “rio” Marambaia se resume a ligações clandestinas de esgoto que correm pelas galerias pluviais, da Rua 2450 onde nasce o ribeirão, até sua foz no Pontal Norte. Um problema causado por décadas de negligência por parte do poder público e que ainda vai muitos anos para resolver. As ações realizadas nos últimos tempos, já estão surtindo efeito.

O histórico de análises pode ser checada no link abaixo.

http://www.fatma.sc.gov.br/laboratorio/dlg_balneabilidade2.php

 

Comente Abaixo