Ação da GM e Resgate encaminha 55 moradores de rua para atendimento

Numa operação feita em diversos pontos da cidade nesta quinta (24), a Guarda Municipal de Balneário Camboriú, em parceria com as secretarias de Saúde e Inclusão Social, identificou moradores de rua envolvidos em ações lesivas e pequenos furtos ocorridos na cidade.

Como resultado da ação, 38 moradores em situação de rua aceitaram retornar às suas cidades de origem. Além disso foram feitas sete internações voluntárias e dez involuntárias (quando a pessoa está em situação crítica de saúde).

Esse tipo de operação será feita de forma contínua, anunciou o secretário de Segurança, Gabriel Castanheira.

Os moradores foram encaminhados à Casa da Passagem, onde receberam atenção médica, psicológica e social, além de palestra sobre segurança. Com material obtido pela inteligência da força (fotos e vídeos), o secretário mostrou os moradores de rua reconhecidos nas ações e deu nome aos envolvidos.

Para o comando da Guarda, não há dúvida de que na origem de diversos crimes praticados recentemente na cidade está a questão da droga. “Muitos do moradores de rua são viciados que, em crise de abstinência, acabam praticando furtos para comprar droga”, pontua o secretário Castanheira.

No verdadeiro “pente fino” que as equipes da Guarda Municipal fizeram na cidade, também foram encontrados criminosos de maior periculosidade.

Todos os casos e os identificados constam de relatório que será entregue à Polícia Civil para as devidas providências.

O secretário de Segurança Pública, Gabriel Castanheira, destaca que, com novas ações como esta, além de outras que estão sendo planejadas, aliadas às reuniões em bairros para conhecer as demandas locais, haverá ganho significativo na segurança de Balneário Camboriú.

Além do serviço de inteligência e da ação dos guardas municipais em campo, novas viaturas estão chegando, e o armamento da GM foi renovado.

Publicidade