“Aceita que dói menos” e as obras pela metade em Camboriú

Coluna Poucas e Boas
Por Gian Del Sent

Quando um cidadão cobra a administração pública sobre a finalização de uma obra e ouve de um servidor, em cargo de comissão, um “Aceita que dói menos”, é porque ultrapassamos o fundo do poço.

Além de jornalista, sou morador de Camboriú. Moro no mesmo lugar desde 2018, após passar alguns anos fora. Na verdade me criei na cidade, minha família mora até hoje no mesmo lugar e tenho parentes espalhados por todo município.

Tem ruas com os nomes dos meus bisavós e parentes que são professores, advogados, comerciantes e por ai vai. Então, embora minha empresa seja em Balneário Camboriú, sou residente de Camboriú, pago impostos, faço compras e gero receita na cidade.

Resumindo, tenho total direito de cobrar a administração de Camboriú não só como jornalista, mas como morador.

Hoje, em um grupo da cidade, feito para discutir coisas de Camboriú, vieram novamente com a promessa da pavimentação da Av João Acácio Simas, conhecida por Transluzia, num clima de “Agora vai”. E isso me deixou cabreiro.

Como jornalista, acompanho todas as promessas feitas com relação a esta avenida desde 2020 e sei o quão atrasada está esta obra. Só a prefeitura anunciou isso 4 vezes entre junho e agosto do ano passado, dando até prazo para conclusão. O prefeito? Incontáveis vezes, desde 2020, que ele anunciava a pavimentação “dentro de alguns dias”.

Postaram uma foto de um pó de brita sendo aplicado na via, anunciando que estava sendo preparado para asfaltar.

Eu prontamente falei: “Isso eu li em Julho do ano passado dando até prazo pra terminar. Quero ver asfalto aplicado e drenagem funcionando.”

Para minha surpresa, indignação e com pitadas de revolta, recebi a seguinte resposta:

“Aceita que dói menos bem menos, nos vamos fazer”

Como contribuinte, que cobrou agilidade na finalização de UMA das DIVERSAS obras paradas e atrasadas no município, me senti ofendido com a postura do servidor. Servidor este que por sinal, é pago por mim como morador da cidade. E pior, continuou tirando onda com a declaração, colocando inclusive música com a frase.

São diversas obras paradas no município, entre elas 3 escolas, ruas, reformas e o completo desleixo com a limpeza dos bairros. A dengue está comendo solta, fiscalização para a COVID não existe, carros caindo aos pedaços com a prefeitura gastando milhões em manutenção, alunos especiais sem atendimento adequado, assistência social que só serve os seus e uma prefeitura loteada por cargos sem qualificação e sem nenhum trato com a população.

A obra da João Acácio Simas é prometida há quase 2 anos, o custo foi de 1,5 milhão (Editado, retirado informação não confirmada)

E ao contribuinte o que resta? “Aceitar que dói menos”

Procurei a assessoria da prefeitura para saber o posicionamento do poder público sobre a atitude e a postura do servidor, fiquei sem resposta.

Em um clima eterno de eleição, a administração do Prefeito Elcio Kuhnen vive seus dias em um grande palanque de campanha, onde toda promessa é valida e todo reclamante é oposição. Fazem de tudo para aparecer em uma foto, enquanto a cidade fede a esgoto.

A maior prova de que vivem uma eterna eleição, foi a atitude do próprio diretor da secretaria de obras, usar uma foto da avenida de fevereiro de 2017, durante a reintegração de posse dos terrenos, dizendo: “Olha como era linda a Transluzia antes”.

A falta de respeito, misturado com demência, não deixa o cidadão lembrar que em fevereiro de 2017 foi início do governo que ele hoje é cargo comissionado. Depois de 5 anos, sem finalizar a obra que eles tanto falaram e prometida na campanha de 2016, o rapaz ainda quer culpar a opositora de 2020, como se estivesse em pleno pleito eleitoral.

Hoje em dia, até para ser cidadão dá trabalho em Camboriú. Você é acusado de ser opositor por simplesmente cobrar eficiência na gestão ou mostrar alguma coisa errada no exercício do jornalismo.

E ao contribuinte o que resta? “Aceitar que dói menos”

Quer saber quantas vezes essa obra foi anunciada? Segue aqui um resumo:

29 DE JUNHO 2021: Retomada das obras da Avenida João Acácio Simas
06 DE JULHO 2021: Começam as obras de pavimentação da Avenida João Acácio Simas
14 DE JULHO 2021: Avenida João Acácio Simas está sendo preparada para receber asfalto
27 DE AGOSTO 2021: Obra da João Acácio Simas está em fase de execução de meio-fio com sarjeta

Publicidade