Ações sociais intensificam o combate a Dengue em Camboriú

Com a aproximação da estação mais quente do ano, a Secretaria de Saúde de Camboriú, por meio do Departamento Endemias, reforça as ações de combate contra a dengue. Nesta semana, está sendo pintado o muro do pátio de veículos da Rua Guaraparim, no bairro Taboleiro. Os desenhos que estampam o muro foram realizados em uma ação pontual de orientações de combate a dengue, que aconteceu na Escola Alcuino Gonçalo Vieira, no Taboleiro.
“Acho muito válido esta ação, pois é uma rua muito movimentada e com certeza chamará a atenção que quem passar por aqui. Antes éramos vistos como um ponto de proliferação de mosquito da dengue, mas com a parceria que desenvolvemos com o Departamento da Vigilância Epidemiológica de Camboriú mudamos muitas coisas e agora podemos dizer que estamos fazendo a nossa parte nessa luta”, ressaltou Josias Camargo, responsável de combate a dengue dentro do pátio de veículos de Camboriú.
Adriano de Mattos Cardoso Munhoz é professor de Artes dos 5° ao 3° ano, da Escola Alcuino Gonçalo Vieira, e coordenou os alunos na escola durante a realização dos trabalhos. “Toda iniciativa é válida e foi muito positivo trabalhar essa atividade em sala, até porque já tínhamos trabalhado recentemente sobre o lixo inteligente e os alunos demonstraram muito interesse”, ressaltou.
De acordo o coordenador da Endemias, Pedro Augusto de Mendonça, o objetivo continua sendo orientar o maior número de pessoas possíveis, por isso, a intensificação das ações não param. “Continuaremos com nossas visitas, notificações de terreno e principalmente com os trabalhos de conscientização, pois buscamos o máximo possível de retorno, de modo que tenhamos o menor número de pontos contaminação possível em nossa cidade”, ponderou ele ao frisar que na última semana também foram realizados mutirões de verificação nos dois cemitérios de Camboriú.
É preciso redobrar atenção neste momento, por isso, a secretária de Saúde, Elisama de Freitas reforça que a população precisa manter os cuidados de combate a dengue, devido à aproximação também dos períodos de chuvas. “Vale reforçar que as pessoas precisam fazer o armazenamento de água de forma correta, mas principalmente utilizá-la em tempo hábil, para não deixar essa água muito tempo parada. O acolhimento do lixo de forma correta, a manutenção de calhas, piscina, caixa de água são indispensáveis, pois é dessa forma que se eliminam possíveis depósitos de larvas”, explicou.
Comente Abaixo