Ainda vai levar meses para Centro de Eventos funcionar

Por Diarinho

Mesmo com a “entrega oficial da obra física”, feita com pompa no último domingo, a utilização do centro de Eventos de Balneário Camboriú vai demorar pelo menos mais seis meses para acontecer. Apenas os pavilhões estão prontos pra uso. Os auditórios ainda não tiveram as divisórias colocadas e também ficou pendente a instalação de elevadores, catracas e o sistema de refrigeração.

Foi por conta dessas pendências que o prefeito Fabrício Oliveira (PSB) não participou da cerimônia e provocou um mal estar político. O deputado Leonel Pavan (PSDB) disse que a ausência é um desrespeito com os investimentos feitos pelos governos federal, estadual e da própria prefeitura no projeto.

Apesar da situação, o secretário estadual de Turismo, Tufi Michreff Neto, afirma que a obra não foi entregue inacabada. “Finalizamos uma etapa e em seguida já se começa a captar os eventos, para assim que houver a inauguração já começarem a utilizar com os eventos agendados”, argumenta.
De acordo com Tufi, o local poderá receber as atrações a partir do segundo semestre de 2019. “O Estado, em conjunto com a prefeitura, com Convention Bureau do município, já começaram a captar os eventos para formar o calendário de utilização do equipamento”, reforça.

De acordo com o secretário, esta semana os bombeiros vão fazer as vistorias finais no local. Após a instalação das divisórias – a licitação tá em andamento e terá propostas abertas em 14 de janeiro – será feita a finalização dos auditórios com a colocação do carpete e iluminação, que só espera a chegada das divisórias, informa.
Ainda segundo o secretário, a falta de elevadores e do sistema de ar condicionado não impede o funcionamento do centro de eventos, que tem rampas e escadas e conta com um sistema de ventilação natural.

As licitações dos elevadores, das catracas e da climatização serão lançadas em janeiro. Os recursos em torno de R$ 15 milhões já foram repassados pra garantir a compra.
O local deverá ser tocado por uma empresa privada, mas até sair a concessão (a licitação tá sendo elaborada), vai ser gerenciado pelo governo do Estado, frisa o secretário.
O centro de Eventos tem 33,5 mil metros quadrados e pode receber cerca de 20 mil pessoas. No total, foram investidos cerca de R$ 139 milhões, incluindo os valores pra climatização, elevadores e divisórias, que ficaram pro ano que vem.

Pavan cutuca Fabrício

O deputado estadual Leonel Pavan (PSDB) criticou a ausência do prefeito Fabrício Oliveira e do secretário de Turismo de Balneário, Miro Teixeira, na cerimônia de domingo.
Os nomes dos representantes do município constam na placa de entrega da obra. “[A presença] é uma forma de respeito a quem presenteou Balneário Camboriú com um valor significativo na nossa principal indústria [o turismo]”, comentou. Os investimentos do governo do estado e federal somaram algo perto de R$ 70 milhões.

Pavan ressalta que a obra foi entregue 98% concluída, sendo que parte do que ficou pendente era, de início, pra ser responsa de quem assumisse a gestão. “A ideia era que empresa comprasse, mas foi feita uma negociação pra que o governo federal liberasse um adicional pra aquisição dos equipamentos, pra que o centro de Eventos fosse entregue equipado”, explica.
Ex-secretário estadual de Turismo, Pavan lembrou que a contribuição do município foi significativa pra viabilizar o projeto, desde a época do ex-prefeito Periquito (MDB). “Eu estou defendendo aquilo que eu ajudei a construir e acho que o prefeito também devia defender”, alfinetou.

Prefeito diz que não se sentiu confortável com convite

Rebatendo as críticas de Pavan, Fabrício disse ao DIARINHO que reconhece os esforços dos governos federal, estadual e municipal feitos em prol do Centro de Eventos.
Ele afirmou, porém, não se sentir confortável em participar da cerimônia, observando que sua ausência não foi uma manifestação política. “Em sinal de respeito, não me senti à vontade pra ir lá e entregar uma obra que não está pronta”, esclarece.

Além dos equipamentos pendentes, o prefeito diz que o local ainda não tem o habite-se e nem uma empresa para ocar o espaço. Fabrício destaca que a prefeitura vai continuar trabalhando pra garantir que o local possa ser inaugurado com todas as condições legais e físicas.
O prefeito confirmou que uma comissão formada por representantes do município, do Estado e do trade turístico já trabalha na captação de eventos. Alguns estão em fase de pré-agendamento. Pra 2020, está confirmado o congresso Brasileiro de Contabilidade.