Alargamento acabou, agora pode cuidar do resto

A obra de recuperação da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú teve a parte de preenchimento de areia finalizado neste domingo (31).

Os trabalhos de bombeamento de areia, que iniciou no dia 22 de agosto e encerrou na manhã de domingo, com direito a show de água e buzinasso da draga.

NO ESCURO

Quem não entendeu ainda a atribuição do cargo foi o gestor da COSIP. Embora a sua função seja apenas na autarquia de iluminação pública, Toni passou os meses do alargamento acompanhando até mesmo visita técnica no local. Isso que ele não é fiscal do contrato e deixou a secretaria de planejamento antes mesmo da draga começar a bombear areia. Até entrevista furando a pauta do chefe, ele deu.

Enquanto isso, as reclamações sobre lâmpadas queimadas são diárias e em grande quantidade. A Av. Atlântica que o diga. Segundo o relato de um amigo meu, ele contou em poucos postes no pontal norte, um total de 16 lâmpadas queimadas, daquelas que iluminam a orla. “Só a roda gigante para iluminar aquele canto”, comentou.

Eu fui olhar as câmeras desta madrugada e confirmei a fala do meu amigo. Há alguns postes que ao invés de ter 6 lâmpadas acesas, tem mal e mal uma.

Sem iluminação não da pra ver alargamento, Fausto. Para de fazer foto com capacete de obra e vai fazer o teu trabalho, que ganhas bem para, teoricamente, executar.

E O RESTO

Quem sabe agora com o fim da obra do alargamento, a prefeitura volte a cuidar do resto que ficou andando a passos de tartaruga enquanto o mundo via lives, fotos e muitos “acompanhamentos da obra” dos políticos da nossa cidade, na Praia Central.

A praça do entorno do elevado da 4° Avenida ia tão bem e de repente parou. Pior que falta só a perfumaria, finalização, pois o grosso já foi. Essa história se arrasta por um ano.

E a pracinha/parque linear que seria feito na margem do Rio Camboriú, onde era a sede do Lions Clube? Vai ficar só o terreno baldio?

E a Escola do Futuro? Já captou recursos? Já finalizou o projeto? Começa esse ano ainda?

E o Campo de Futebol do Bairro dos Municípios? Faz 3 anos que iria ficar pronto até o fim do ano. No mesmo espaço, a Casa da Criança já está terminando?

E os Centros Comunitários? Já terminaram as reformas? Já estão podendo ser utilizados? E a Casa da Sogra que estava largada a própria sorte?

E a UPA da Barra? Como está o andamento? Já terminou o projeto? O Ministério da Saúde já aprovou? Já liberou o convênio?

E o Ginásio da Barra, já terminou a reforma? E o estádio municipal?

Os viadutos de entrada e saída da cidade estão um lixo, encardidos, largados e com luzes queimadas. E o mastro do PIT, que também está encardido. É assim que vamos receber os turistas?

Tem muito mais para ser citado.

O alargamento foi ótimo para a cidade? Foi, com certeza. Mas isso não quer dizer que as outras secretarias tem que parar de realizar/finalizar suas demandas para ficar em torno disso.

Prefeito agora tem que “esvaziar” um pouco e colocar os pés no chão novamente. Cobrar que sua equipe trabalhe e não fique apenas em função de postar nas redes sociais o quanto Fabrício é “baita” em executar o alargamento.

A recuperação da orla é um trabalho de anos e de muitas mãos. As obras citadas acima são só deste governo. Está na hora de voltar a olhar para a cidade como um todo.


Alargamento acabou, agora pode cuidar do resto
Poucas e Boas – Gian Del Sent