Alesc aprova reforma da previdência dos servidores de SC

Sessão ordinária na Alesc na tarde desta quarta-feira (4) - discussão reforma da previdência — Foto: Tiago Ghizoni/NSC

Os deputados estaduais de Santa Catarina aprovaram nesta quarta-feira (4) a proposta de reforma da previdência dos servidores do Estado, após quatro horas de discussão em plenário. Houve tumulto em frente à Assembleia Legislativa (Alesc) durante protesto contra a proposta.

A reforma é composta pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 5/2021 e pelo projeto de lei complementar (PLC) 10/2021.

Por volta das 16h, a PEC foi aprovada em primeira votação por 30 votos favoráveis e oito contra. Em segundo turno, às 19h10, ela foi aprovada por 29 votos a favor e oito contra. Às 18h55, foi aprovado em primeira votação o PLC, por 28 votos a favor e nove contra. Em segundo turno, às 19h12, ele foi aprovado por 29 votos a favor e oito contra.

Às 19h06, o presidente da assembleia convocou uma sessão extraordinária para o segundo turno das votações.

Entre 16h e a votação do PLC, os deputados discutiram se votavam emendas do PLC em separado. Todos os pedidos foram rejeitados. Às 17h55, o presidente da Alesc, Mauro de Nadal (MDB), estendeu por mais uma hora a sessão, que estava prevista para encerrar às 18h.

A sessão ordinária começou pouco depois das 14h. Foi feita a aprovação da ata anterior. Em seguida, como nenhum deputado se inscreveu para falar, a sessão foi suspensa e retomada às 15h.

Servidores protestam em frente à Alesc nesta quarta-feira (4) — Foto: Tiago Ghizoni/NSC
Servidores protestam em frente à Alesc nesta quarta-feira (4) — Foto: Tiago Ghizoni/NSC

Protesto e tumulto

Desde 10h, servidores protestavam em frente à Alesc. Por volta das 14h, houve tumulto. Parte dos manifestantes tentaram retirar as grades de proteção do local para tentar entrar na sede do legislativo e houve confronto com a Polícia Militar, que usou gás lacrimogêneo e spray de pimenta contra o grupo de servidores.

G1 SC